No retorno à elite do Piauiense, Picos busca virada sobre River
e estreia com vitória
Foto: Divulgação/River AC

A primeira partida do Campeonato Piauiense 2020 mostrou que os jogos realizados no interior podem ser bastante traiçoeiros aos clubes considerados favoritos ao título. Na abertura do Estadual, realizada na noite desta sexta-feira (17), os campeões das duas divisões na temporada passada abriram a disputa do certame no Estádio Municipal Helvídio Nunes de Barros, o Gigantão da Malva. O Picos, campeão da Série B, comemorava diante de sua torcida o retorno à elite do estado e enfrentou o atual e maior vencedor do estado, o River.

Partida movimentada, intensa e muito disputada resultou na vitória da equipe da casa. Eduardo abriu o placar ao Galo Carijó, mas Sassá e Pedro Henrique viraram o jogo aos mandantes e garantiram o resultado positivo de 2 a 1. Os times esperam o complemento da rodada para saber as reais posições na tabela de classificação.

Dono da casa, o Picos começou a partida no campo de ataque e esboçou pressão nos minutos iniciais, enquanto o River mantinha o meio controlável com o objetivo de ter paciência e dominar o jogo no momento certo. E o domínio logo veio. Aos oito minutos, após escanteio cobrado, a bola ficou viva na área e saiu pela linha de fundo. Aos 14, Eduardo teve a chance, mas desperdiçou. Porém, o jogador fez a diferença na bola parada. Aos 19, com categoria, Eduardo abriu o placar ao Galo Carijó em cobrança de penalidade máxima.

Mas os donos da casa tinham uma melhor atuação e pressionavam. A bola parada era o principal recurso da partida. Beneficiou o River no primeiro momento e também beneficiou o Picos. Aos 30 minutos, após cobrança de escanteio, Raphael Freitas emendou de bicicleta, a defesa tricolor afastou mal e Sassá aproveitou liberdade para bater cruzado e empatar o jogo.

No segundo tempo, um panorama de continuidade do que tinha sido os 45 minutos anteriores. Campo pequeno, muita disputa de bola e intensidade física dos atletas. Os comandados de Márcio Goiano apresentaram baixo desempenho ofensivo, pouco volume de jogo. Melhor para o Zangão, que conseguia administrar o jogo e contava com o intenso apoio do torcedor, que celebrava o fato da equipe voltar à elite, o que não acontecia desde 2017.

Aos 22 minutos, em cobrança de falta frontal, Pedro Henrique cobrou rasteiro e colocou o Picos na frente do placar. O jogador tinha entrado há dois minutos. Em desvantagem, o River partiu para a pressão final. Qualquer estratégia montada foi por água abaixo e o que importava era buscar de qualquer maneira minimizar o estrago de uma derrota no primeiro jogo do ano. Nesse momento, entrou em ação o goleiro Andrei, que fechou o gol e evitou que o placar fosse modificado.

A segunda rodada do Estadual será disputada durante a próxima semana. O Picos encara o Timon às 20 horas da quarta-feira (22), no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina/PI. Por sua vez, o próximo oponente do River será o Piauí, às 17 horas do domingo (26), no Estádio Albertão, também localizado na capital piauiense. Porém, o Galo Carijó tem um duro desafio antes, ao medir forças contra o Náutico às 19h30 da quinta-feira (23), no Estádio dos Aflitos, no Recife/PE, pela primeira rodada da Copa do Nordeste.

VAVEL Logo