Bruno Nazário decide e Botafogo vira sobre Resende no Engenhão
Foto: Vitor Silva / Botafogo

Na noite desta quinta-feira (30), o Botafogo venceu o Resende por 2 a 1, no Engenhão, pela quarta rodada da Taça Guanabara. Agora, o alvinegro chega a seis pontos e tem chances de classificação para a semifinal. O Resende, com dois pontos, não tem mais chances nessa fase do campeonato.

A partida chegou a ser paralisada por 44 minutos por conta das fortes chuvas, que formaram poças em campo, e pelo alto número de raios ao redor do estádio. O jogo foi paralisado aos 29 minutos da primeira etapa, pouco depois do gol de Geovani, pelo Resende.

O jogo

A partida começou fraca. Os times buscavam o ataque, mas sem muita inspiração. A defesa fechada do Resende não conseguia armar bons ataques, enquanto o Botafogo tentava bolas enfiadas e parava na zaga do Gigante do Vale. A primeira boa chance do jogo aconteceu apenas com 19 minutos do primeiro tempo, quando Fernando cruzou a bola na área, Bruno Nazário cabeceou, de longe, mas com força e a bola passou à esquerda do gol de Ranule.

Aos 20', a partida teve parada técnica para hidratação, mas cinco muitos depois, Geovani abriu o placar. Ele recebeu de Caio Cézar, limpou a marcação, partiu em velocidade e chutou no ângulo de Gatito, que não conseguiu defender. Neste momento, a chuva já tomava conta do estádio, porém quatro minutos depois, se tornou inviável a continuação da partida.

Por conta do alto número de poças em campo, as fortes chuvas que afetaram o gramado e muitos relâmpagos, a decisão foi por paralisação até que desse uma estiada. 44 minutos depois, foi o que aconteceu. A partida reiniciou no minuto 29 da primeira etapa. Aos 36', Nazário cruzou na área após rebote, a bola sobrou com Guilherme, que finalizou de primeira e, por pouco, não encobriu o goleiro.

Ao fim da primeira etapa, os jogadores do Fogão foram para o vestiário sob muitas vaias, apesar do baixo público. Foram ao todo 5.225 presentes, para uma renda de R$ 73.317,00.

Segundo tempo

Na segunda etapa, o Fogão acordou; logo no primeiro ataque, Pedro Raul recebeu na esquerda e finalizou cruzado para boa defesa de Ranule. O principal destaque da noite poderia ter sido a chuva, a paralisação, Geovani, mas coube a Bruno Nazário, o posto de craque do jogo. O camisa 10 botafoguense anotou um gol e participou da jogada do segundo, que culminou em pênalti, convertido por Pedro Raul.

Logo aos 9', da segunda etapa, Luiz Fernando foi até a linha de fundo e cruzou. A bola sobrou nos pés de Bruno Nazário, que girou e bateu no cantinho do goleiro, deixando tudo igual. O Botafogo melhorou e muito após o gol e buscou a virada a todo momento. Aos 11', Luiz Fernando recebeu na direita e bateu colocado, a bola desviou passando perto da trave e saiu em escanteio.

O Botafogo continuou pressionando para aproveitar o bom momento na partida, aos 18', Guilherme arrancou para o meio e passou para Pedro Raul, que mesmo marcado, dominou e finalizou de biquinho, obrigando Ranule a fazer grande defesa.

Após a parada técnica, o Fogão virou, aos 27', com Pedro Raul. Mas não valeu. O atacante foi pego em impedimento após bom passe de Nazário. A grande chance do Resende na segunda etapa veio dos pés de Caio Cézar. Ele recebeu de costas, fora da área, girou e arriscou para o gol. Com as pontas dos dedos, Gatito fez grande defesa.

No apagar das luzes a virada veio. Aos 46', Bruno Nazário tentou cruzar na área e a bola bateu nas mãos do volante Rezende. Após muita reclamação, o pênalti foi assinalado pelo árbitro, e aos 48', Pedro Raul deslocou Ranule e virou para o Alvinegro. Após isso, não deu tempo para mais nada. O Botafogo venceu por 2 a 1.

Agora, o time da estrela solitária encara o Vasco, no domingo (2), às 16h, no Maracanã. No dia seguinte, o Resende enfrenta o Flamengo, às 20h, no mesmo local.

VAVEL Logo