No retorno de Enderson Moreira, Ceará vence Bragantino-PA e segue na Copa do Brasil
Foto: Felipe Santos/Ceará SC

O resultado pode até dar a impressão de que foi um jogo bastante complicado, mas o Ceará soube administrar bem a vantagem que tinha diante do Bragantino-PA na partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil 2020. Por isso, no duelo disputado no Estádio Diogão, em Bragança/PA, na tarde desta quarta-feira (12), a equipe cearense levou a melhor, controlou o jogo e venceu por 2 a 1. Luiz Otávio e Bergson marcaram para o Vozão, enquanto o Tubarão descontou com Canga. O adversário do Alvinegro de Porangabuçu na próxima fase será o Oeste.

Mesmo fora de casa, o Ceará soube usar a maior qualidade técnica em seu elenco para ter o jogo sob controle. Por isso, teve mais posse de bola, maior intensidade dentro de campo e as finalizações mais perigosas também foram do lado visitante. Na primeira chance, aos 11 minutos, Rafael Sóbis concluiu troca de passes com um chute fraco, o que facilitou a defesa do goleiro Axel. Dois minutos depois, foi a vez de Leandro Carvalho estar no campo ofensivo e finalizar. Desta vez, o arqueiro da equipe mandante teve trabalho e fez boa defesa.

A primeira oportunidade de gol do Bragantino ocorreu aos 24 minutos, quando, depois de cruzamento na área, Gabriel Gonçalves cabeceou forte e errou o alvo. Com um jogo mais travado e faltoso, o Alvinegro de Porangabuçu foi mais feliz em marcar. Em escanteio cobrado, Luiz Otávio emendou belo chute e abriu o placar. Golaço.

Foto: Felipe Santos/Ceará SC
Foto: Felipe Santos/Ceará SC

No segundo tempo, o panorama foi diferente porque a pressão cearense foi intensificada. O Bragantino sentiu o gol e não conseguiu esboçar a pressão necessária para virar a partida, único resultado que daria a classificação ao clube do interior do Pará. Se o goleiro Axel não estivesse em um dia bom, o placar poderia ser mais elástico. Rafael Sóbis, Leandro Carvalho e Fernando Sobral foram os donos das melhores chances na etapa complementar. Os três jogadores tiveram bons lances e chutaram forte, mas Axel apareceu para fazer providenciais intervenções.

O final do jogo foi emocionante porque os mandantes enfim conseguiram chegar ao setor ofensivo e alcançaram o empate. Aos 43 minutos, em contra-ataque fatal e falha conjunta da zaga e do goleiro Fernando Prass, Canga apenas empurrou ao gol vazio. Mas durou pouco a alegria paraense. Aos 49 minutos, Vinícius deu passe preciso para Bergson finalizar na saída do Axel e garantir a vitória.

VAVEL Logo