Corinthians vence, mas revê pesadelo diante do Guaraní em nova eliminação da Libertadores
Foto: Reprodução/Conmebol

Apesar da vitória por 2 a 1 em Itaquera, o Corinthians não evitou o pior e está eliminado precocemente da Copa Libertadores da América. Diante do Guaraní, do Paraguai, o time de Tiago Nunes que havia perdido a partida de ida por um a zero, quatro anos depois sofre um novo vexame diante da mesma equipe de Assunção.

Após a derrota no Paraguai, o Corinthians dependia de uma vitória com dois gols de saldo para se classificar à segunda fase da Pré Libertadores. Depois de um começo fulminante, com o gol de Luan aos 9 minutos, o Timão perdeu Pedrinho, expulso, pouco antes do segundo gol, marcado por Mauro Boselli, aos 32.

Com o resultado em mãos, a equipe Corintiana seguiu atacando os visitantes paraguaios na primeira etapa. A grande atuação da noite ficou por conta do goleiro do Guaraní, Servio, que mais uma vez, fechou o gol do time do treinador Costas Makeira.

O golpe que custou a classificação para a segunda fase veio em uma cobrança de falta do atacante Fabián Fernandéz, que após bela batida, o gol veio aos 53 minutos de jogo.

Já eliminados, os jogadores corintianos reclamaram da arbitragem de Nestor Pitana, experiente árbitro argentino. Segundo os mandantes, a falta de critério adotada para advertências com cartões amarelos foi prejudicial aos paulistas. Durante a partida, o zagueiro Gil, o volante Camacho e o meia Pedrinho foram penalizados com cartões distribuídos por Pitana.

Com a classificação, o Guaraní/PAR enfrentará o Palestino, do Chile. O vencedor deste confronto entrará no grupo de Palmeiras, Bolívar e Tigre. Já o Corinthians concentrará forças no Paulistão, onde terá o clássico contra o São Paulo na próxima rodada (15/2). 

VAVEL Logo