Ceará marca nos acréscimos, empata com Bahia e segue sem vencer no Nordestão
Foto: Stephan Eilert/Ceará SC

O confronto entre as equipes detentoras das duas maiores folhas salariais do Nordeste previa ser disputado, com possíveis mudanças de placar e bola na rede pelo estilo dos treinadores de Ceará e Bahia. E cumpriu a expectativa de um bom jogo de futebol. Na tarde deste sábado (15), os clubes que disputaram a final do Nordestão em 2015 se enfrentaram na Arena Castelão, em Fortaleza/CE, pela quarta rodada da competição regional. Com emoção até o fim, o clássico terminou empatado em 2 a 2. Vinícius e Mateus Gonçalves marcaram os gols do Vozão, enquanto Gilberto assinalou os dois tentos do Esquadrão de Aço.

Foi a estreia de Enderson Moreira diante da torcida alvinegra em sua nova passagem pelo Ceará. E, para fazer valer o mando de campo, a equipe da casa partiu para o ataque. Tinha maior posse de bola e deixava o adversário sem saída de jogo. A primeira chegada ocorreu aos nove minutos, quando Vinícius iniciou contra-ataque e acionou Leandro Carvalho. O meia bateu cruzado e Charles furou na cara do gol. Mas logo depois o marcador foi aberto. Aos 16, Rafael Sóbis ajeitou e Vinícius bateu forte para marcar um golaço e ativar a lei do ex. O jogo era totalmente controlável pelo Vozão. Do outro lado, o Bahia tinha quatro jogadores de frente pouco produtivos, mas um vacilo da defesa foi suficiente para mudar o panorama. Aos 38, Renan Fonseca deu um bico na bola na intermediária defensiva, Clayson e William Oliveira dividiram a pelota e Gilberto aproveitou para finalizar na saída de Fernando Prass e empatar o jogo. E quase que ocorria a virada em contragolpe iniciado por Élber e finalizado por Juninho Capixaba, mas Prass defendeu.

O Bahia voltou melhor no segundo tempo. Ficou mais presente no campo de ataque e soube neutralizar bem as tentativas adversárias de levar perigo, que mostrava cada vez mais ansiedade e, em consequência disso, mais erros simples. João Pedro quase vira o jogo ao Tricolor após fazer bela jogada individual por passar entre dois marcadores e bater de primeira, mas a bola foi por cima. O Ceará ficou na bronca aos 11, quando Mateus Gonçalves cruzou rasteiro da direita e Lima caiu com João Pedro na pequena área. Pediram pênalti, mas arbitragem seguiu o jogo. O jogo ficava mais equilibrado, uma vez que os donos da casa também voltavam a assustar, mas os baianos conseguiram marcar primeiro. Flávio fez desarme no meio de campo e tocou para Clayson. Atacante passou de trivela para Gilberto driblar Fernando Prass e marcar seu segundo gol no jogo aos 26. Com o recuo quase imediato após virar o jogo, o Vozão pressionou bastante e teve as melhores chances nos acréscimos. O gol saiu apenas aos 48. Felipe Baxola cruzou e Mateus Gonçalves, vaiado durante boa parte do segundo tempo, chutou duas vezes para igualar o jogo e definir a partida.

Com o resultado, o Esquadrão de Aço subiu ao terceiro lugar do Grupo A, com cinco pontos, empatado com Fortaleza, Botafogo-PB, CRB e Sport, mas com a ressalva de que Leão e Belo ainda jogam na rodada. No Grupo B, o Alvinegro de Porangabuçu ocupa a sétima e penúltima colocação com quatro empates nas quatro partidas disputadas. As equipes entram em campo na quarta-feira (19). O Bahia enfrenta o CSA pela abertura da quinta rodada da Copa do Nordeste às 19h30 no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL. O Ceará encara o Oeste na Arena Barueri, em Barueri/SP, às 21h30, pela segunda fase da Copa do Brasil.

VAVEL Logo