Vasco empata com O. Petrolero e se classifica no sufoco à próxima fase da Sul-americana
Reprodução/Vasco

Nesta quarta-feira (19) tivemos um jogo mais da Sul-americana. Partida da volta na Bolívia onde o Vasco conseguiu mais uma classificação sofrida em um empate por 0 a 0 e de grande valor, pois o cruzmaltino conta e muito com o dinheiro da premiação.

Oriente Petrolero apesar de ser um time limitado atacou e teve as melhores chances da partida, tendo uma bola na trave aos 95 minutos de jogo com Marco Bueno que causou grande susto.

Destaques

O time da colina história contou com algumas boas atuações individuais. Talles Magno ,que foi o melhor da partida, achou um espaço  e mandou na trave. Após esse lance ficou visado e passou a sofrer muitas faltas,inclusive um chute na cara. Cano  e Marrony por sua vez fizeram uma boa partida tanto na parte ofensiva e criação de jogadas como na recomposição da equipe. Andrey extremamente sólido e regular, tendo grande destaque e carregando o meio de campo do time.

Vergonha na Bolívia

O goleiro reserva Alexander reclamou com o quarto árbitro que teria sido chamado de macaco. O juiz exibiu cartão amarelo para o banco, muito provavelmente para Alexander. A transmissão flagrou torcedores fazendo gestos. Após o jogo o Vasco emitiu nota oficial em seu Twitter repudiando o ato.

VAVEL Logo