Gerson avalia vitória sobre Del Valle e põe Flamengo como ‘maior clube do mundo’
Foto: Reprodução/Conmebol

Em mais uma final disputada no mês de fevereiro, o Flamengo derrubou o Independiente del Valle por 3 a 0 no Maracanã e se sagrou de forma inédita campeão da Recopa Sul-Americana. Autor de dois dos três gols rubro-negros, o volante Gerson foi peça-chave para o alívio do Fla após perder Willian Arão expulso aos 23' do primeiro tempo.

A característica de intensidade ofensiva não foi vista na noite de quarta (26) no Rio de Janeiro. Foi um jogo atípico para o elenco flamenguista, que teve apenas 27% da posse de bola (73% para o Del Valle). No entanto, foram oito chutes a gol contra apenas dois dos visitantes. Depois do título confirmado, Gerson avaliou a vitória do Fla.

"Jogo muito difícil, acabamos perdendo um jogador, mas o Mister treina às vezes com um a menos. Sabíamos que seria difícil, soubemos suportar a pressão e nos fechamos. Depois conseguimos fazer o que precisávamos para matar o jogo", pontuou Gerson.

Flamenguista de coração desde criança, o camisa 8 foi revelado pelo Fluminense antes de ir à Itália, jogar na Roma e na Fiorentina. Na fase áurea do Rubro-Negro do Rio, Gerson não escondeu a empolgação: "Estamos felizes, é importante demais. Primeiro título internacional no Brasil, no maior clube do mundo e do coração".

Agora, o Flamengo tem o Grupo A da Libertadores e a Taça Rio — segundo turno do Carioca — no calendário. Já na próxima quarta-feira (4), o atual campeão da Recopa vai à Colômbia estrear na principal competição do continente contra o Junior Barranquilla, às 21h3 (de Brasília), e você acompanha tudo aqui na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo