Atráves dos jogadores, clubes participantes da Série C solicitam ajuda à CBF
Foto: Reprodução/Instagram

Nesta sexta-feira (27), o representante dos jogadores das equipes que disputam a Série C do Campeonato Brasileiro, Dr. Osvaldo Sestário, advogado e especialista em direito esportivo, esteve em reunião à distância através do sistema online com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF)

Com um abaixo-assinado em mãos com as assinaturas dos capitães dos 16 respectivos clubes, em que os atletas demonstram preocupação com o que está por vir em relação a situação financeira das equipes. Na carta onde constam as assinaturas, é explicado o motivo da preocupação que vão desde os danos com a suspensão das competições até o cumprimento de contratos; e compromissos.

"Os impactos financeiros desta paralisação serão terríveis para o mundo do futebol, contudo, para os clubes e atletas que disputam a Série C serão ainda mais graves, pois são muito mais suscetíveis aos danos causados pelas perdas geradas pela suspensão e pelo ônus de arcar com seus compromissos durante a paralisação", diz o abaixo-assinado.

Os esportistas dos clubes como Paysandu, Volta Redonda, Imperatriz-MA, São José-RS, Vila Nova, Ferroviário-CE, Remo, Manaus, Ypiranga-RS, Brusque, Jacuipense, Treze, Botafogo-PB, Ituano, Santa Cruz e São Bento, reivindicaram a antecipação das férias referentes ao mês de abril, além do adiantamento da cota do direito de imagem do seus clubes, para que assim seja repassado aos seus atletas. Assim como a Série A e B, e a Copa do Brasil terão cotas, os jogadores decidiram pressionar a CBF em parceria com seus clubes de atuação.

Com essa paralisação a vida financeira dos clubes está em risco, muitos não tem condições de arcar com o custeio da agremiações e contratos com funcionários e jogadores. E foi por essa razão que eles recorreram a entidade para que com uma ajuda direta essa hipossuficiência seja minimizada. No entanto, até o momento a entidade esportiva não se posicionou sobre a questão, mas se comprometeu a estudar as propostas. 

Veja o abaixo-assinado

VAVEL Logo