Atlético-MG programa volta aos treinos nesta terça após não registrar casos de Covid-19
Foto: Bruno Cantini

O elenco do Atlético-MG voltará aos trabalhos com o técnico Jorge Sampaoli nesta terça-feira (19). A informação do retorno foi divulgada nas redes sociais do clube, no fim da tarde dessa segunda-feira (18).

Na última semana, o Galo realizou testes nos 120 funcionários —incluindo atletas e comissão técnica —, e desinfecção ambiental no CT. O objetivo era preparar a volta gradativa das atividades. Na nota oficial divulgada nesta segunda, foi informado que nenhum caso de Covid-19 foi detectado.

Segundo o clube, a rotina de trabalhos na Cidade do Galo ocorrerá de acordo com várias normas de seguranças sanitárias. Haverá medição de temperatura dos colaboradores, e o vestiário não será utilizado. Com isso, os jogadores se trocarão em casa.

Além disso, as atividades ministradas pela comissão técnica acontecerá em pequenos grupos, para evitar grandes aglomerações. Ambientes em que não há circulação de ar, como academia e sala de fisioterapia, estarão com o funcionamento vetado.

A assessoria do alvinegro disse também que os jornalistas não poderão ter acesso ao centro de treinamentos.

Reinício

O retorno marcará o reinicio do trabalho do técnico Jorge Sampaoli, na Cidade do Galo. Desde que chegou ao clube, ele comandou a equipe em apenas uma partida, na vitória de 3 a 1, sobre o Vila Nova-MG, em março. Após esse jogo, o elenco treinou por mais alguns dias, até que todos os clubes paralisaram as atividades no Brasil, devido ao avanço da pandemia do novo coronavírus.

Nesses meses em que os atletas foram liberados dos treinos, o Atlético-MG passou por algumas mudanças. Primeiro, seis funcionários deixaram o clube: Chiquinho, James Freitas, Bernardo Motta, Neguete, Jorginho e Lúcio Fábio.

Posteriormente, cinco atletas foram avisados que estavam fora dos planos de Sampaoli: Ricardo Oliveira, Franco Di Santo, Edinho, Ramon Martínez,  José Welison e Lucas Hernández.

Apesar do retorno com algumas ressalvas na Cidade do Galo, ainda não há previsão para a volta do futebol no Brasil. Conforme os últimos números divulgados pelo Ministério da Saúde, o país conta com mais de 245.595 casos confirmados da doença, e 16.370 óbitos.

VAVEL Logo