Apresentado no Avaí, Ralf quer 'fazer história' e ficar no clube o 'máximo que puder'
Foto: André Palma Ribeiro/Avai FC

Anunciado na última semana, o volante Ralf, 35 anos, ex-Corinthians, foi apresentado nesta sexta-feira(29), no Avaí, para a disputa do Campeonato Brasileiro Série B.

Em um hotel em Florianópolis , o jogador vestiu a camisa 70 e deu a sua primeira entrevista após ser anunciado. O volante estava ao lado do presidente Francisco Battistotti, do diretor Marquinhos e do coordenador Diogo Fernandes, participou de uma coletiva online devido a pandemia da Covid-19.

Após a exibição de um vídeo com os melhores momentos do atleta pelo Corinthians e Seleção Brasileira, Ralf falou suas pretensões no clube e deixou claro que o Timão é passado.

"Fico feliz, agradeço o esforço da diretoria para me trazer. Aqui é o Ralf do Avaí hoje, o Ralf do Corinthians ficou para trás, borracha nenhuma apaga minha história, mas agora é página virada. Tenho meus objetivos, agora é fazer história com a camisa do Avaí, ajudar o grupo, pelo carinho pra essa torcida e colocar no lugar onde o Avaí nunca deveria ter saído, que é lá em cima", disse Ralf.

Após não estar nos planos do técnico Thiago Nunes, Ralf estava livre no mercado e assinou contrato com o Leão da Ilha até o final da temporada, com o objetivo de conquistar o título da Série B.

"É um objetivo sim ficar mais tempo no clube. Não vim para passear ou diversão. Se quisesse diversão iria para Disney. Vim para trabalhar e somar, para conquistar títulos, fazer história e ficar o máximo que eu puder aqui", completou.

As negociações com Ralf começaram em fevereiro, antes da pandemia do coronavírus. O volante tinha propostas de outros clubes, mas disse que aceitou vir para o Avaí pela vontade de cumprir um desafio. A diretoria do Leão da Ilha confirmou que empresários irão ajudar a pagar os salários do jogador.

"Minha vinda só acrescenta meu currículo. Sou movido por desafios e vamos colocar o Avaí na série A, onde nunca deveria ter saído. Não viemos lutar apenas pelo acesso, mas sim pelo título. É um objetivo meu, uma marca minha. Quero ajudar, vim para isso. Venho trazer minha liderança, mas claro que respeito a todos e todos me respeitam também. Todos juntos seremos mais fortes".

VAVEL Logo