Entre altos e baixos, Reinaldo completa sete anos de São Paulo
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Alagoano de Porto Calvo, o lateral-esquerdo Reinaldo é conhecido pelo carisma e nesta temporada já marcou dois gols em 10 jogos pelo São Paulo - um deles pela Libertadores, na vitória por 3 a 0 sobre a LDU.

Reinaldo começou a carreira no Penapolense, passou pelo Paulista de Jundiaí e quando esteve no Sport chamou a atenção do São Paulo, que o contratou por empréstimo e depois renovou. Ele foi apresentado há exatamente sete anos, em 3 de junho de 2013. Na ocasião, além dele o tricolor paulista anunciou para a torcida o então reserva para Rogério Ceni: o goleiro Renan Ribeiro, que atualmente está no Sporting.

Com 14 gols em 220 jogos no São Paulo, Reinaldo sofreu inicialmente com críticas da torcida e foi emprestado para Ponte Preta e Chapecoense. A carência na posição fez o clube testar diversos nomes no setor, como Carleto, Carlinhos, Matheus Reis e até os estrangeiros Álvaro Pereira e Clemente Rodríguez. Nenhum deles conseguiu se firmar na posição.

Em 2017, na Chapecoense, ganhou o apelido de "Kingnaldo" e adotou o bigode como marca registrada. Campeão catarinense, o lateral esquerdo continuou no Sul do país durante o Brasileirão e logo depois voltou ao São Paulo.

Desde então ele entrou em campo 113 vezes e marcou 11 gols - dois deles no clássico diante do Corinthians em julho de 2018.  Torcedores reconheceram a boa fase do jogador, que já tinha prestígio do elenco como um dos líderes da equipe e também da comissão técnica. Em algumas partidas era escolhido como capitão ou batedor oficial de pênaltis. 

Na atual temporada, Reinaldo participou de 10 dos 12 jogos do São Paulo de Fernando Diniz - todos como titular. Além dos gols, tomou dois cartões amarelos e jamais foi substituído.

VAVEL Logo