Corinthians acerta termos contratuais com Jô e atacante fica perto do retorno
Jô comemorando um de seus gols durante última passagem pelo Corinthians, em 2017 (Foto: Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians)

A solução para acabar com falta de gols do Corinthians em 2020 pode estar prestes a ser solucionada. Após a rescindir o contrato com o Nagoya Grampus, time do Japão, o time Parque São Jorge não perdeu tempo e acertou os termos contratuais com o atacante . Segundo o Yahoo Sports e com confirmação do Globoesporte, o novo contrato com o jogador vai até 2022.

Por mais que os termos estejam finalizados, Jô não tem pressa para assinar com a equipe que o projetou para o futebol. O atacante de 33 anos ainda aguarda a possibilidade de receber propostas de países do Oriente Médio antes de fechar de maneira definitiva com o Timão.

Entretanto, o brasileiro ainda não recebeu nenhuma proposta oficial de nenhum clube. Nos últimos dias, o Al-Ittihad, da Arábia Saudita e equipe comandada por Fábio Carille, demonstrou interesse na contratação de Jô, mas as negociações não avançaram. Enquanto não aparece concreto ao atacante, Andrés Sanches, presidente do Corinthians, está na cola de Jô para que o retorno do brasileiro seja concretizado.

O discurso de Duílio Monteiro Alves, diretor do futebol do Corinthians, é diferente da insistência do presidente do clube. Com os “pés no chão”, Duílio fez um discurso diplomático, afirmando que é necessário os valores estarem compatíveis com o caixa do clube.

“Existe, sim, acompanhamento diário da situação dele (Jô). Ele começou aqui, fez muito sucesso e teve excelente passagem em 2017. Se existir a chance dentro de valores compatíveis, sem fazer loucura, ele pode vir. Fora isso, não. Não dá para falar agora”, disse o diretor de futebol do Corinthians.

Pelo Corinthians, Jô teve duas passagens e conquistou quatro títulos. O atacante subiu para o time profissional em 2003 e permaneceu até 2005. Já no seu primeiro ano no plantel principal, Jô fez parte do Campeonato Paulista de 2003 e do Brasileirão de 2005. Após 106 jogos e 16 gols marcados, o atacante foi negociado com o CSKA Moscou, da Rússia.

O retorno à equipe Alvinegra aconteceu em 2017. No final de 2016, Jô assinou com o Corinthians sem custos e ainda não estava em formas físicas ideais para atuar. Porém, o jogador deixou as dúvidas de lado. 

No final daquele ano, o atacante contribuiu nas conquistas do Campeonato Paulista e do Campeonato Brasileiro. Ainda vale enfatizar que Jô foi o artilheiro daquela edição do Brasileirão, com 18 gols, esteve na seleção do campeonato e conquistou a Bola de Ouro pela Revista Placar. No final de 2017, o jogador foi vendido ao Nagoya Grampus por 10 milhões de dólares.

VAVEL Logo