Na polêmica volta do Cariocão 2020, Flamengo não tem dificuldades para derrotar Bangu
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Pela primeira vez em três meses, a bola voltou a rolar em jogos oficiais no Brasil, quando Bangu e Flamengo jogaram pela quarta rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Assim, em meio à polêmica volta durante o pico da pandemia no país, o Rubro-Negro bateu os colorados pelo placar de 3 a 0 na noite desta quinta-feira (18).

Um dos episódios que também marcaram o confronto foi a questão da transmissão televisiva do jogo: Globo e Flamengo ainda não têm acordo, mas a Medida Provisória aprovada pelo Presidente da República Jair Bolsonaro permitia que o mandante do duelo, no caso o Bangu, negociasse e definisse à gosto quem transmitiria a partida. Depois de um dia turbulento, a emissora carioca decidiu não passar o jogo na TV para, segundo ela, não corroborar com a Medida Provisória.

Dentro de campo, com o assunto restrito às quatro linhas, o time de Jorge Jesus não teve dificuldade para fazer o resultado. De Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro Rocha balançaram as redes do Maracanã vazio e ao lado de um dos hospitais de campanha contra a covid-19. Vale destacar também as duas assistências de Gabigol para os dois últimos gols.

Assista aos gols e melhores momentos de Bangu 0x3 Flamengo

O primeiro gol saiu aos 17 minutos de jogo, quando De Arrascaeta aproveitou uma falha na defesa do Bangu para fazer 1 a 0. No lance, Rafinha apareceu pela ponta direita e mandou a bola na área. Bruno Henrique não conseguiu alcançá-la, mas ela sobrou nos pés do uruguaio, que bateu forte o bastante para deixar o goleiro Matheus Inácio sem reação.

Assim, o Flamengo controlava o jogo, que se desenvolvia basicamente no campo ofensivo, e finalizou outras quatro vezes no gol do Bangu. O alvirrubro só conseguiu atacar aos 42 minutos, quando Dieyson cruzou e a bola bateu no corpo de Willian Arão dentro da área. O técnico Eduardo Allax reclamou de pênalti, mas a arbitragem mandou o jogo seguir e o VAR não interferiu.

Artilheiro da competição, Gabigol passou em branco desta vez, mas deu duas assistências, ambas no segundo tempo, para os gols de Bruno Henrique e Pedro Rocha.

Os técnicos realizaram as cinco substituições que tinham direito. As primeiras foram no início do segundo tempo, quando Jorge Jesus colocou em campo Vitinho e Michael. O ex-jogador do Goiás entrou ligado e logo criou a jogada do segundo gol. Ele avançou pela direita e lançou Gabigol, que cruzou na cabeça de Bruno Henrique: 2 a 0.

A chance de maior perigo do Bangu saiu após um erro na saída de bola do Flamengo, aos 25 minutos. Rocha levou a melhor no lance e avançou pela ponta direita. Ele tocou para Juan Felipe, que obrigou o goleiro Diego Alves a espalmar e, na sequência, ceder o escanteio.

Aos 39 minutos, Bruno Henrique saiu para entrada de Pedro Rocha. Ele precisou de apenas quatro minutos para balançar a rede. A bola veio de Gabigol, que se livrou da marcação do Bangu e viu o camisa 32 infiltrar na área. O goleiro tentou fechar o ângulo, mas ele tocou por cima e fechou o placar.

Contexto após a volta do Carioca

Esta foi a oitava vitória seguida do Flamengo, que em 2020 perdeu apenas uma partida — o clássico para o Fluminense em 12 de fevereiro. Agora, o Flamengo assume a ponta da classificação geral do Campeonato Carioca faltando apenas mais um jogo para o Rubro-Negro para o fim da Taça Rio. Mas para o Fluminense, que ainda vive a dúvida se joga ou não, falta a partida desta rodada e mais uma.

Confira a tabela geral do Carioca 2020:
1º Flamengo (25 pontos em 10 jogos)
2º Fluminense (24 pontos em 9 jogos)
3º Boavista (19 pontos em 9 jogos)
4º Volta Redonda (16 pontos em 9 jogos)

Próximos jogos da 4ª rodada da Taça Rio:
19/06 - 15h30 - Portuguesa x Boavista
21/06 - 15h45 - Madureira x Resende 
21/06 - 16h00 - Vasco x Macaé
22/06 - 17h30 - Botafogo x Cabofriense
22/06 - 20h00 - Fluminense x Volta Redonda

VAVEL Logo