Apesar de pênalti perdido, Márcio Coelho valoriza vantagem construída pelo Figueirense
Foto: Patrick Floriani/Figueirense

Após a vitória do Figueirense por 2 a 1 diante do Juventus, fora de casa, o técnico Márcio Coelho valorizou o resultado conquistado pelo Furacão nas quartas de final do Campeonato Catarinense. A partida desta quinta-feira (9) aconteceu no João Marcatto, em Jaraguá do Sul

Apesar da chance desperdiçada por Lucas, que perdeu pênalti, o treinador elogiou o celebrou e falou que prefere "ver o que tem, e não o que não tem" em relação a vantagem que o time leva para a partida de volta.

Coelho viu um bom futebol praticado até alcançar a vantagem, mas também reconheceu que o time sentiu o cansaço em reflexo dos quase quatro meses sem atuar devido à pandemia de Covid-19.

"De positivo tivemos a vitória em um primeiro jogo de mata-mata, fora de casa. Tivemos dificuldades e era um processo natural. A tendência é evoluir daqui para frente”, projetou o comandante alvinegro.

O jogo de volta está marcado para às 18h30, no próximo domingo (12), no estádio Orlando Scarpelli. O zagueiro Pereira, suspenso pelo terceiro amarelo, é desfalque certo. Outro desfalque importante é o volante Patrick que foi diagnosticado com a Covid-19 e, dessa forma, está afastado dos trabalhos.

Quem pode aparecer no time é o meia Marquinho que, sequer foi relacionado para o duelo em Jaraguá do Sul. Márcio Coelho explicou que o experiente meia sentiu um desconforto e, por precaução, foi vetado pelo departamento médico.

VAVEL Logo