Mal chegou e já vai sair? Corinthians avalia situação de Yony González
Foto: Divulgação/Agência Corinthians

Atacante colombiano de 26 anos, Yony González está numa sinuca de bico sobre seu futuro. Ano passado ele fez boa temporada pelo Fluminense, despertando interesse do Benfica, que o comprou e logo emprestou para o Corinthians em fevereiro de 2020. Porém, o contrato de empréstimo até 30 de junho chegou ao fim, e os clubes estudam qual será o desfecho da relação tripla — visto que o Alvinegro paulista tinha a compra do jogador programada até o fim de 2023.

Durante a pandemia do coronavírus, os clubes estão sendo obrigados a reaver algumas questões financeiras e, no caso do Corinthians, também técnicas. Segundo do diretor de futebol da equipe. Duílio Monteiro Alves deixou isso bem claro: "Estamos numa fase de reavaliação técnica, repensando sobre isso. Em dois ou três dias teremos a resposta".

Num todo, permanecer com o colombiano no elenco aos moldes do vínculo firmado no começo do ano, custaria cerca de 2,8 milhões de euros (R$ 17 milhões, na cotação de hoje), quantia que seria descontada da ida de Pedrinho ao Benfica. Mesmo com a aprovação do técnico Tiago Nunes, Yony deve deixar o time, principalmente pelo ponto da alta da moeda europeia.

Diretor financeiro do Corinthians, Matias Ávila admitiu em entrevista à Rádio Bandeirantes na última sexta-feira (10) que o clube não tem o compromisso de compra pelo fato de que Yony não fez o número mínimo de jogos estipulado em contrato — só quatro vezes em campo.

"Eu tinha dado entrevistas dizendo que tínhamos a obrigação de compra, mas por conta da pandemia ele fez só quatro jogos. Ninguém imaginava que ele não faria cinco jogos em seis meses. Hoje, passou a ser uma opção não comprar o jogador. Estamos conversando com a comissão e com o Benfica. A decisão será rápida", contou Matias.

Para a  posição de Yony, o Corinthians tem Janderson e Everaldo, mas ainda falta um jogador que chame a responsabilidade pelas pontas. Desde a saída de Clayson para o Bahia, a equipe tem dificuldade para achar um novo homem que atue consistentemente pelos lados do ataque.

VAVEL Logo