Justiça nega liminar de goleiro Everson para rescindir com o Santos
Foto: Ivan Storti/Santos FC

A Justiça do Trabalho negou a liminar ao goleiro Everson pedindo a rescisão de contrato com o Santos por falta de pagamentos de salários do FGTS, direito de imagens e salários, segundo o site "Uol Esportes". O pedido foi negado duas vezes pela primeira instância e agora o atleta poderá recorrer à segunda instância, para tentar a liberação.

O Santos estaria devendo cinco meses de direito de imagem ao goleiro, alem de 70% do salário em carteira de trabalho referente aos três meses, uma redução que foi adotada pelo clube para todos os funcionários do Santos que recebem acima de R$ 6 mil. Vale lembrar, que o Santos não entra em campo desde o dia 14 de março, devido a pandemia de Covid-19.

Outro a processar o Santos pelo mesmo motivo, foi o atacante Eduardo Sasha. Ambos teriam recebido sondagens do Atlético-MG nos últimos dias.

VAVEL Logo