Jesualdo elogia Santos e Novorizontino, mas detona arbitragem
Jesualdo Ferreira foi vencido pelo Novorizontino (Ivan Storti/Santos FC/Divulgação)

O Santos encerrou a fase de classificação do Campeonato Paulista 2020 com um resultado vexatório. Após sair vencendo por 2 a 0, o Peixe cedeu a virada ao Novorizontino neste domingo (26), na 12ª (e última) jornada da competição. Por conta da pandemia do coronavírus, o Tigre do Vale mandou o cotejo na Arena Corinthians. Após a peleja, Jesualdo Ferreira, técnico alvinegro, falou o cotejo.

Em uma tacada só, Jesualdo elogiou as duas equipes em campo. Os elogios à própria equipe vieram antes da expulsão de Fernando Uribe, determinando para o 3 a 2 no placar final. Ao time adversário, as palavras elogiosas ganharam corpo a partir desse momento.

"Antes da expulsão, o time fazia um jogo muito bom, ganhava e jogava bem, um nível bem aceitável, mas a partir daí foi fácil. A equipe deles é forte, muito agressiva, e acabou por ser feliz tirando vantagem com um a mais", destacou o português.

Expulsão

Dois lances capitais também foram relembrados por Jesualdo Ferreira. Um deles, o pênalti que culminou no gol de Guilherme Queiroz, o de empate, aos 18 minutos da segunda etapa. O outro lance foi a própria expulsão de Uribe,  logo aos seis minutos da metade final da peleja.

"Não vou comentar muito a arbitragem, não falo de coisas que já passaram, mas não vi o pênalti, a expulsão pareceu um puco exagerada, há quem diga que a bola não bateu na mão", finalizou o treinador do Peixe.

VAVEL Logo