Enderson
lamenta eliminação do Cruzeiro, critica Federação Mineira e já projeta Série B
Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O Cruzeiro derrotou a Caldense pelo placar de 1 a 0 nesta quarta-feira (29) pela 11ª e última rodada do Campeonato Mineiro, mas o placar magro não foi suficiente para classificar a equipe celeste às semifinais. No Estádio Dr. Ronaldo Junqueira, o único gol da partida foi marcado por Régis aos 14 minutos do primeiro tempo.

A Raposa foi para a última rodada do estadual ocupando a quinta posição na tabela com 17 pontos. Para ficar entre os quatro primeiros e classificar-se às semifinais, ainda podia alcançar o Atlético-MG e a própria Caldense, quarto e terceiro colocados respectivamente. A eliminação resultaria na pior posição do clube no campeonato em 63 anos.

Para ultrapassar o Galo, precisava vencer e torcer para que o rival não somasse três pontos. Já para pegar o lugar da Veterana, tinha que sair vitorioso do confronto direto por, pelo menos, três gols de diferença para ganhar no quesito saldo.

Fábio, goleiro e capitão cruzeirense, não se deixou abalar pela eliminação e espera que o jogo sirva de lição durante a segunda divisão do campeonato nacional.

"Isso não muda a grandeza do Cruzeiro, que é o atual bicampeão da competição. Reformulou tudo, está construindo um novo Cruzeiro. No começo, a gente não tinha uma equipe pronta, trouxemos muitos jovens, jogando uma responsabilidade que não era deles. A equipe lutou, pressionou, jogou bem, saímos com a vitória, mas temos que pegar isso como lição para buscar o acesso".

O técnico Enderson Moreira lamentou que a vitória não tenha sido suficiente. Além disso, fez críticas à federação mineira.

"A gente lamenta profundamente. A conta não é desses dois últimos jogos. Tivemos uma disputa ótima. A Caldense ganhou jogos importantes, e a gente veio aqui, conseguiu vencer e com chances de fazer mais gols. Tenho que enaltecer a disputa. Não importa como começa, mas sim como termina (a temporada). E nosso final tem que ser um final importante. A gente quer que o Mineiro tenha credibilidade, mas é muito chato a gente conviver com inversão de mando. A Caldense não tem culpa nenhuma, mereceu a classificação, mas é muito feio o que aconteceu".

Foco na Série B

Enderson afirma que sabia que a classificação era uma tarefa difícil. Mas diz estar confiante já mudando o foco para a estreia na Série B.

A gente tinha uma missão que era muito difícil. Era possível, mas era muito difícil. A gente tentou e fez o máximo que podia fazer. Claro que tem coisas que poderiam ter sido melhores, mas a disputa dos atletas, a disposição, a entrega foram de muitos elogios da minha parte. Tivemos muita dificuldade com o gramado, mas isso faz parte, a gente vai enfrentar isso também durante o Campeonato Brasileiro. Mas acho que a gente vai ter uma equipe bem competitiva e espero que, no dia 8 de agosto, a gente possa fazer a nossa estreia e fazer com qualidade”.

Quanto aos inúmeros problemas da Raposa fora de campo, o comandante enfatiza que devem ser deixados para trás, e todos devem se adaptar à nova realidade.

O que aconteceu no passado ficou no passado. A gente está no momento de construir um novo Cruzeiro, com as dificuldades financeiras que o clube tem. Não estou aqui para ficar lamentando isso, julgando isso, ficar na expectativa de que possa voltar a fazer contratações de grande pesa, não foi para isso que eu fui contratado. Vim para poder montar uma equipe competitiva, que tenha muita determinação para poder vencer os jogos, que possa fazer com que o clube retorne à Série A”.

O Cruzeiro foi a 20 pontos, mas permaneceu na quinta posição. Disputa agora o Troféu Inconfidência, jogado pelos times que terminaram entre o quinto e o oitavo lugares. Enfrenta a equipe do Patrocinense, que terminou na oitava colocação. A partida será disputada em jogo único no próximo fim de semana. O título também será decidido em apenas um jogo, realizado na próxima quarta-feira (5).

As semifinais do Campeonato Mineiro ficaram Tombense x Caldense e Atlético-MG x América-MG. Os jogos de ida serão no domingo (2) às 20h. Já pela Série B do Campeonato Brasileiro, o time celeste entra em campo no próximo dia 8 às 19h, quando recebe o Botafogo-SP.

VAVEL Logo