Ceará vence primeira batalha na final da Copa do Nordeste e abre vantagem sobre o Bahia
Foto: Divulgação/Copa do Nordeste

Vozão imparável! Único invicto na competição, o Ceará teve a prova de fogo contra o Bahia na primeira final da Copa do Nordeste. Os tricolores até que saíram na frente, mas depois os alvinegros viraram para 3 a 1 e agora têm vantagem de dois gols para a finalíssima nordestina.

O jogo foi ligeiro, arrepiado do começo ao fim, desde o início com ímpeto ambicioso maior por parte da equipe de Guto Ferreira. Roger Machado também levou seus soteropolitanos a fim de vencer, porém ambas equipes tiveram muitas pernas para corrida e poucas para compor bem seus sistemas defensivos.

Tudo será decidido às 21h30 da próxima terça-feira (04), também com cobertura especial da VAVEL Brasil.

Bora, bora, bora...

O gol de Sobral (Felipe Santos/Ceará SC)
O gol de Sobral (Felipe Santos/Ceará SC)

Eletrizante! Assim foi o primeiro tempo no Estádio Pituaçu. Para defender sua invencibilidade e mostrar o cartão de visitas ao rival, o Ceará começou em cima do Tricolor. Marcando a saída de bola já no campo de defesa baiano, o time de Guto Ferreira apresentou muito forte seu ímpeto ofensivo e vontade de vencer. Mas o Bahia de Roger Machado não se acanhou, principalmente após o fim da blitz inicial dos cearenses.

A vontade de ambos os times em criar sua jogadas ofensivas era enorme, porém os dois sistemas defensivos foram prejudicados por erros ainda em seus campos. Isso porque Flávio se aproveitou de vacilo alvinegro e deixou Fernandão na boa, em contragolpe, para abrir o placar na saída do goleiro aos 26 minutos. Felicidade baiana durou pouco, pois Juninho Capixaba e o goleiro Anderson se trombaram e deixaram Fernando Sobral livre livre para empatar aos 28'.

Já empatado, a final seguiu movimentada e com chegadas de boas de ambos os lados. Vinícius empolgado pelo lado cearense e Rodriguinho empolgado pelo lado baiano. Equilibrado e elétrico, o primeiro tempo acabou em 1 a 1.

Mesma energia e movimentação

Arremate fatal de Matheus Gonçalves para o 3 a 1 (Felipe Santos/Ceará SC)
Arremate fatal de Matheus Gonçalves para o 3 a 1 (Felipe Santos/Ceará SC)

Na segunda etapa, o mesmo ritmo foi visto, praticamente o mesmo cenário. E num é que o Vozão marcou? O jovem atacante Cléber virou o jogo de cabeça aos 12'. Aí Roger Machado teve que abrir seu time e empurrar o Bahia: trocou Clayson por Danielzinho para ter sangue novo e mandou o atacante Rossi no lugar do volante amarelado Gregore. Enquanto isso, Guto aceitou a troca de passes do Tricolor na defesa e apenas cercava com a marcação.

E foi numa dessas que Matheus Gonçalves fez o terceiro num ataque pela esquerda, nas costas de João Pedro, após chutão do goleiro Fernando Prass, aos 29'. VAR conferiu impedimento por dois minutos e validou o gol para explosão da torcida cearense.

Depois do 3 a 1 no placar, o desespero arregaçou a porta baiana e a dose dupla de atenção entrou na defesa cearense. E dessa forma nada foi suficiente para mudar o placar.

VAVEL Logo