Corinthians desafia Mirassol no caminho do inédito tetra estadual
Corinthians busca o tetracampeonato paulista (SC Corinthians Paulista/Divulgação)

Após eliminar a melhor equipe da fase de classificação do Campeonato Paulista 2020, o Corinthians terá mais um desafio neste domingo (02), às 16h (Horário de Brasília). Agora, o Timão enfrenta o Mirassol, das grandes surpresas do torneio, na Arena Corinthians. O jogo é apenas de ida e válido pela semifinal do certame. 

A equipe do interior chega com moral após eliminar um dos grandes favoritos ao título do certame. Em pleno Morumbi, o Mirassol fez 3 a 2 no São Paulo e, mesmo após perder 18 jogadores, conseguiu a histórica classificação.

Busca pelo tetra

Maior campeão da história do Paulistão, com 30 títulos, o Corinthians busca um fato inédito em seus quase 110 anos de história. Atual tricampeão de fato do torneio, o Timão busca, pela primeira vez, conquistar quatro títulos consecutivos do certame.

Para seguir no objetivo, o Alvinegro terá o retorno do volante colombiano Victor Cantillo, curado do coronavírus. Everaldo também retorna, recuperado de dores na coxa esquerda. Mauro Boselli é a única baixa, se recuperando de uma cirurgia no rosto.

Ramiro, polivalente da equipe, refutou o favoritismo que boa parte da imprensa dá para o Timão em entrevista ao programa Seleção SporTV. "É difícil falar em favoritismo em um campeonato tão disputado como o Paulista. Exemplo disso foram as classificações do Mirassol e da Ponte Preta. Não tem favorito. As quatro equipes que chegaram às semifinais chegaram por mérito e vão brigar da mesma forma para estar na final. Respeitaremos a equipe do Mirassol da mesma forma que respeitamos as outras equipes", afirmou.

O Corinthians foi o segundo colocado do Grupo D, atrás do Red Bull e à frente de Guarani e Ferroviária. Nas quartas-de-final, eliminou a equipe de Bragança Paulista.

Provável escalação: Cássio, Fagner, Gil, Danilo Avelar e Carlos Augusto; Gabriel, Éderson, Ramiro, Luan e Mateus Vital; Jô

Técnico: Tiago Nunes

Surpresa verde-e-amarela

O Mirassol fazia campanha sólida antes da parada do futebol por conta da pandemia do coronavírus. A suspensão do certame, porém, fez com que a equipe perdesse, ao todo, 18 jogadores. Nas duas rodadas finais da fase de classificação, o clube conseguiu manter a segunda posição do Grupo C, que dava a vaga nas eliminatórias. A equipe, então, eliminou o todo-poderoso São Paulo nas quartas-de-final.

Sem desfalques, o Mirassol deve repetir a escalação titular das quartas-de-final. 

Ricardo Catalá, técnico da equipe, exaltou a campanha e, também, a base do clube. "Acho que o diferencial foi a entrega, compromisso, dedicação e parceria dos jogadores. Não é fácil você reunir os caras e dizer: "Olha, estamos propondo sofrer a maior parte do tempo, porque estrategicamente pode ser um caminho que pode nos levar à semifinal". Você não tem certeza de nada, apenas observa, identifica as possibilidades e propõe. O mérito é 100% dos jogadores, sempre vai ser. Os protagonistas do futebol sempre serão eles. Souberam sofrer, se dedicaram pra caramba, inclusive com muitos jogadores fugindo das suas próprias características, jogadores que nem têm estatura tão alta, estavam brigando por bola aérea, dividindo de cabeça", destacou. 

Provável escalação: Kewin; Daniel Borges, Danilo Boza, Reniê e Moraes; Alison Silva, Du e Kauan; Juninho, Zé Roberto e Bruno Mota

Técnico: Ricardo Catalá

Arbitragem

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Neuza Ines Back

VAR: Raphael Claus

VAVEL Logo