Grêmio bate Novo Hamburgo em jogo de sete gols; Gre-Nal decide segundo turno
Diego Souza marcou dois gols na vitória gremista. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Grêmio e Novo Hamburgo entraram em campo na noite desse domingo (02), para buscar a vaga na final do Segundo Turno do Campeonato Gaúcho. O Tricolor Gaúcho teve a baixa do lateral Victor Ferraz, por dores musculares, dando assim oportunidade para a entrada de Orejuela. Pelo lado do Novo Hamburgo, a indefinição permaneceu até a entrada do time em campo. O time divulgou duas escalações, uma com a presença de Diego Ivo e outra sem, o atleta passou por teste físico antes de entrar em campo e foi liberado para atuar.

Com apenas um minuto de jogo, a bola caiu nos pés habilidosos de Éverton Cebolinha, o ponta esquerdo gremista superou a marcação e cruzou para o centroavante Diego Souza abrir o placar. Com a vantagem no placar o Grêmio trabalhou o jogo buscando ampliar a vantagem, com muita participação de Orejuela pelo lado direito o mandante criou oportunidades.

Em cruzamento do lateral colombiano, o capitão Maicon apareceu no meio da área e cabeceou para baixo, a bola quicou no chão e passou por cima do travessão do goleiro Jacsson. Aos 22 minutos, novamente em cruzamento do lateral direito, Diego Souza finalizou e o goleiro Jacsson realizou a defesa, porém deu rebote e Maicon chegando na área ampliou a vantagem gremista, 2 a 0.

Aos 30 minutos, Zé Mário cobrou falta com muita força e marcou o primeiro gol do Novo Hamburgo no jogo. Ainda no primeiro tempo, o Novo Hamburgo conseguiu igualar o marcador. Aos 38 minutos, Matheus Henrique escorregou na saída de bola e com o sistema defensivo tricolor desarrumado, Juba dentro da área encontra Kayron livre na pequena área, sem goleiro, para marcar o gol e empate no jogo.

Dupla entrosada

Logo no início do segundo tempo, em belo cruzamento de Guilherme Guedes, Diego Souza cabeceou para o fundo da rede. Em decisão controversa, o árbitro Daniel Nobre Bins, marcou falta do atacante gremista na cabeçada. Apesar do gol anulado, a dupla Guilherme Guedes e Diego Souza demonstrou estar entrosada. Em novo cruzamento do lateral esquerdo, agora rasteiro, o centroavante marcou seu segundo gol e colocou novamente o Grêmio em vantagem.

Aos 25 minutos do segundo tempo, o Grêmio conseguiu criar mais uma chance perigosa, dessa vez Éverton finalizou de letra para o gol, porém no início do lance foi assinalado corretamente impedimento do jogador gremista. Com a vantagem, a equipe mandante reduziu o seu ritmo de jogo e acabou concedendo oportunidades para o Novo Hamburgo.

Quase no fim da partida, em cobrança de escanteio Jean Pyerre cometeu pênalti em cima de Chicão. Na cobrança, Zé Mário marcou seu segundo gol na partida  e empatou o jogo em 3 a 3. Menos de 2 minutos depois, o Novo Hamburgo encaixou rápido contra ataque e Vanderlei foi obrigado a sair da área com os pés para impedir o gol do time do Vale dos sinos.

Precisando da vitória para evitar os pênaltis, Renato Portaluppi colocou em campo todos os jogadores de meio pra frente à disposição no banco. Com Pepê, Isaque e Luciano em campo o Grêmio avançou o time. Aos 45 minutos, a zaga do Novo Hamburgo cabeceou para trás e Luciano recebeu livre para marcar o quarto gol do Grêmio no jogo.

Clássico GreNal pela frente

Com a vitória por 4 a 3, o Grêmio se classificou para a final do segundo turno do Campeonato Gaúcho. A decisão ocorre na quarta-feira (05), às 21h45 na Arena do Grêmio, clássico GreNal. O time que vencer enfrentará o Caxias na final da competição.

VAVEL Logo