Em vantagem, Brusque recebe Juventus para voltar à final do Catarinense após 28 anos
Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

Campeão estadual em 1992, o Brusque está perto de avançar à segunda decisão do Campeonato Catarinense na história do clube. Para isso, a equipe precisa avançar na semifinal que disputa contra o Juventus. Após vencer em Jaraguá do Sul por 3 a 2, o Quadricolor precisa apenas de um empate para ir à decisão.

A bola vai rolar às 19h) no Estádio Augusto Bauer. Quem avançar pega Criciúma ou Chapecoense, que se enfrentam às 21h30 no Estádio Heriberto Hülse.

Brusque tem artilheiro do Catarinense em ação 

Sem perder há 13 jogos como mandante, o Brusque aposta na força da dupla Edu e Thiago Alagoano para confirmar a classificação. Eles possuem oito e seis gols, respectivamente, e lideram a artilharia do Catarinense.

Comandante do Brusque desde outubro, Jerson Testoni está confiante, mas pede foco total para evitar ser surpreendido pelos visitantes.

"É um jogo muito difícil, a equipe do Juventus é uma equipe muito competitiva, que vem fazendo um bom estadual. Sabemos da nossa vantagem, apesar de ser mínima, respeitamos muito o nosso adversário, que deu um bom exemplo nas quartas de finais, contra o Figueirense".

Provável escalação do Brusque: Zé Carlos; Edilson, Ianson, Everton Alemão e Airton; Rodolfo Potiguar, Zé Mateus, Fabinho e Thiago Alagoano; Marco Antônio e Edu. Técnico: Jersinho Testoni.

Carrasco do Figueirense busca título inédito

O Juventus chegou à semifinal após eliminar o Figueirense, o maior campeão do estado, com 18 títulos. O Moleque Travesso busca a conquista inédita - as melhores campanhas foram terceiros lugares em 1994 e 2006.

Há quatro desfalques confirmados para esta partida: os atacantes Itinga e Gustavo Poffo, que saíram machucados no último jogo e estão vetados pelo Departamento Médico, além do zagueiro Felipe Gregório e o atacante Fabinho, suspensos.

Provável escalação do Juventus: Hudson Jr; Marcos Moser, Rogélio, Doni e Luiz Henrique; Ronald, Allan, Denner e Jean Felipe; Pablo e João Vitor. Técnico: Jorginho.

VAVEL Logo