Daniel Alves critica marketing do
São Paulo: “Se controlasse, algumas tomadas de decisão seriam diferentes”
Foto: Divulgação/São Paulo FC

Destacado pela assessoria de imprensa do São Paulo para a entrevista coletiva nesta quarta-feira (05), Daniel Alves deu declarações extensas e contundentes na ocasião. Dentre outras situações, ele criticou o departamento de marketing do Tricolor e falou sobre dificuldades financeiras pelas quais o SPFC passa

O "Good Crazy" deixou claro, que caso estivesse comandando o setor em questão, não trabalharia como a atual equipe. "Muito difícil falar de algo que foge das minhas mãos. Não controlo o marketing do São Paulo. Se controlasse, algumas tomadas de decisão seriam diferentes, porque tenho outra ideia do que faria no meu caso e no caso de um clube desse tamanho. Mas é aquilo: tem de controlar o que está nas suas mãos. E isso foge", destacou.

Dificuldades

Ainda falando sobre o departamento de marketing, Daniel Alves começou a falar, também, sobre a situação financeira do Tricolor. "Quando decidi vir ao São Paulo, sabia dos problemas e que para poder chegar a um consenso teria que ter algum parceiro, se não iria gerar uma certa dificuldade para o clube. Normal, porque todos clubes padecem da mesma situação, não ia ser o São Paulo que seria diferente. Mesmo assim decidi vir realizar meu sonho, sabendo de todas as dificuldades", falou.

Falando de si próprio, Daniel Alves comentou que tais situações extra-campo não entram em campo. "Enquanto eu formar parte, vestir esse escudo e defender essas cores eu vou ser homem pra caralho pra defender ela como se deve".

"Como eu entendo que se deve defender uma profissão e respeitando todos os profissionais que vêm aqui todos os dias trabalhar nessa loucura toda, mas sempre sorrindo pra ti, servindo com maior prazer. É por isso que faço as coisas, essas são as razões que me movem. O resto faz parte do show, e o show não tem só verdades, tem mentiras também. Mas cada um que compre o que quiser", finalizou.

O São Paulo, que atrasa salários com certa frequência desde 2019, conseguiu acabar com as dívidas com o dinheiro obtido com a venda de Antony ao Ajax, consumada entre junho e julho de 2020. O valor total da transferência, se todas as cláusulas forem atingidas e cumpridas, será de 29 milhões de euros.

VAVEL Logo