Chapecoense vence Criciúma nos pênaltis e vai à quinta final seguida no Catarinense
Foto: Márcio Cunha/Chapecoense

Chapecoense se garantiu na quinta final seguida do Campeonato Catarinense de forma dramática. Nesta quarta-feira (5), o Verdão do Oeste perdeu no tempo normal para o Criciúma no estádio Heriberto Hülse, mas conquistou a vaga nas penalidades.

O Tigre vinha de uma derrota por 1 a 0 na Arena Condá e precisava reverter o resultado dentro de casa. E foi isso que fez no tempo normal, com uma vitória pelo mesmo placar, alcançada em gol de Foguinho logo aos quatro minutos da primeira etapa.

A partida não teve muitas chances de gol. A Chapecoense teve boa oportunidade de empatar logo após sair atrás, mas o Criciúma dominou boa parte da disputa. Os times foram bastante cautelosos e, só na reta final, quando Umberto Louzer fez três alterações de uma vez só na Chape, Anselmo Ramon teve duas boas oportunidades, que passaram perto.

Assim, a decisão foi para as penalidades. Ezequiel perdeu a primeira para a Chape, mas todos os seus companheiros acertaram daí para frente. Pelo Tigre, Foguinho parou em João Ricardo, e Jean Dias acertou o travessão. Anselmo Ramon foi o responsável pela cobrança que colocou a Chapecoense na final.

O que vem por aí

Em final inédita, a Chapecoense vai buscar seu sétimo título estadual contra o Brusque, que eliminou o Juventus após empatar por 0 a 0, em casa, nesta quarta-feira (5) - o time venceu fora de casa por 3 a 2.

As datas ainda não foram definidas, mas as partidas devem ser apenas em setembro ou outubro por causa do início do Brasileiro já no próximo fim de semana. O primeiro jogo da final será na Arena Condá e o segundo no Augusto Bauer.

A Chapecoense estreia na Série B no domingo (9) diante do Oeste, fora de casa, às 11h. Já o Criciúma visita o Londrina pela Série C na segunda-feira (10), às 20h

VAVEL Logo