Com dois de Gastón Rodríguez, Avaí bate Náutico na reestreia de Geninho
Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC

Na estreia da Série B, o Avaí bateu o Náutico por 3 a 1 em jogo que marcou o início da terceira passagem de Geninho pelo time catarinense. Gastón Rodríguez, duas vezes, e Carlão, contra, fizeram para o Leão, e Kieza marcou para o Timbu neste sábado (8), na Ressacada.

O Avaí teve um primeiro tempo confortável na Ressacada. Logo no primeiro minuto, Bruno Silva recebeu cruzamento de Gastón, chutou no canto direito e Jefferson fez ótima defesa. O rebote ficou com Valdívia, que encheu o pé, mas a defesa bloqueou.

Os momentos mais perigosos do Timbu foram em saídas de bola dos mandantes, que se atrapalharam em alguns momentos. A melhor chance dos pernambucanos foi em um desses lances. Aos cinco, Jorge Henrique conectou Kieza, que apareceu com espaço nas costas da defesa, mas pegou mal e mandou à direita.

Na sua reestreia, Geninho colocou Renato e Gastón pelos lados do ataque e aumentou o poder de fogo do Leão. O Avaí teve dez finalizações no primeiro tempo, contra quatro do Náutico, três a dois em chutes certos.

Aos 23, após ótimo lançamento de Bruno, Arnaldo recebeu e cruzou para trás para Renato, que enfiou o pé, mas parou em Jefferson. Na sequência, Valdívia bateu o escanteio na área, Rafael Pereira desviou e Gastón Rodríguez apareceu na segunda trave para finalizar de canhota: Avaí 1 a 0.

Mesmo com a vantagem no placar, o Avaí continuou o protagonista do jogo, com Bruno Silva e Valdívia bastante ativos e usando a bola atravessada, principalmente buscando Renato e Arnaldo na direita, como principal arma.

Além do jogo superior, o Leão teve sucesso na bola parada. Aos 39, em cobrança de falta, Valdívia surpreendeu o goleiro e acertou o trave. No rebote, porém, a bola rebateu em Carlão e morreu no fundo das redes: 2 a 0.

A primeira metade do segundo tempo foi de maior presença do Náutico no ataque. A entrada de Erick na vaga de Thiago aumentou o poder ofensivo do Timbu e, aliado a queda de intensidade do Avaí, os visitantes tiveram mais chances.

Aos três, após cruzamento de Hereda, a bola passou por Kieza e sobrou para Willian Simões, que bateu de primeira no canto, mas Frigeri encaixou. Cinco minutos depois, Erick aproveitou saída errada de Capa, limpou para dentro e chutou rasteiro no canto, para defesa segura do goleiro avaiano.

O melhor momento do Náutico se transformou em gol aos 22. Willian Simões recebeu com espaço pela esquerda, cruzou com precisão e Kieza, de cabeça, colocou no canto para descontar na Ressacada.

O Náutico teve alguns momentos de presença perto da área do Leão a partir daí, mas, as mudanças de Geninho aos 38 deram mais fôlego aos mandantes. Aos 41, Pedro Castro bateu escanteio na primeira trave, Tucão raspou no canto e Jefferson estava ligado para espalmar. No minuto seguinte, após bola dividida na intermediária, Tucão deu belo passe para Gastón, que encheu o pé da entrada da área, mas parou no goleiro.

Aos 49, após chutão de Frigeri, Wagninho tocou para trás e Gastón Rodríguez partiu para cima com espaço, ganhou do zagueiro e tocou na saída de Jefferson para garantir a vitória do Avaí em Floripa: 3 a 1.

Próximos compromissos

Os dois times enfrentam adversários paranaenses na segunda rodada, na terça-feira (11). O Avaí visita o Paraná, às 20h30, enquanto o Náutico joga em casa diante do Operário, às 21h30.

VAVEL Logo