Final do Paulistão marca quarta vitória de Luxemburgo contra Corinthians em decisões; confira
Foto: César Grecco / Palmeiras

O Palmeiras venceu o Corinthians nos pênaltis no último sábado (8) e conquistou o 23° título do Campeonato Paulista. Desses 23, em cinco deles Vanderlei Luxemburgo era o técnico. O professor conseguiu reconquistar o Paulistão após um período de 12 anos que o clube não levantava a taça do estadual. A última vez aconteceu em 2008. Além disso, como técnico do Palmeiras, Luxemburgo disputou outras três finais diante do Corinthians. Será que você se recorda de todas as finais? Vamos conferir.

PALMEIRAS 4 X 0 CORINTHIANS - CAMPEONATO PAULISTA 1993

O Palmeiras buscava um título desde 1976 e amargava longos 17 anos sem conquistas. Depois de um bom início de campeonato o time de Otacílio Gonçalves - o Chapinha - começou a dar sinais de que deixaria "desandar a maionese". Então, José Carlos Brunoro, gestor de futebol do Palmeiras, decidiu demitir o treinador e trazer o promissor Vanderlei Luxemburgo. O principal trabalho do novato treinador era com o modesto Bragantino, levando o time terra da linguiça ao título Paulista em 1990 e à final do Campeonato Brasileiro em 1991. 

Luxemburgo chegou sem muita pompa, mas logo arrumou a casa e viu sua equipe se encaminhar para o título estadual, enfrentando o maior rival do Palmeiras. Após a decisão, na qual o Corinthians saiu vencedor por 1 a 0, com o famoso "gol porco", anotado por Viola. O Verdão precisava de uma vitória para levar o prélio para a prorrogação. 

O entrou ultra concentrado no segundo jogo, fazendo uma partida espetacular e venceu o arquirrival por 4 a 0. Os gols foram marcados por Zinho, Edilson e Evair, que balançou a rede duas vezes. Após o título estadual, Luxemburgo começava a trilhar sua maravilhosa trajetória no local que seria sua casa. 

PALMEIRAS 0 X 0 CORINTHIANS - TORNEIO RIO-SÃO PAULO 1993

A segunda conquista sobre o Alvinegro aconteceu apenas dois meses após o tão sonhado Campeonato Paulista. Em agosto de 1993, quis o destino que Palmeiras e Corinthians voltassem a se enfrentar, desta vez pela disputa do torneio Rio-São Paulo. 

O Verdão resolveu tudo na primeira final. Com uma atuação magistral de um endiabrado Edmundo, o Palmeiras fez 2 a 0 com dois gols do Animal, ainda no primeiro tempo. Porém, como era de praxe naquelas tempos, Edmundo, em sua essência "animal”, no início da etapa final, chutou Marcelinho Paulista e foi expulso.

O segundo jogo foi morno e o placar foi um empate sem gols. Luxa conquistava seu segundo título pelo Palmeiras e o segundo em cima do arquirrival. Entretanto o melhor viria no ano seguinte.

PALMEIRAS 1 X 1 CORINTHIANS – BRASILEIRÃO 1994

Com menos de um ano e meio, Palmeiras e Corinthians decidiriam outra final juntos, desta vez para saber quem conquistaria o título brasileiro.

O Corinthians estava reforçado por alguns bons jogadores, dentre eles o lateral esquerdo BrancoMarques e Marcelinho Carioca. Porém, para o azar do time corintiano, o Verdão fazia uma das suas melhores temporadas da história. Foi o ano que o clube mais venceu jogos - foram 59 triunfos no mesmo ano! Outro destaque foi o meia Rivaldo, que acabara de chegar do Corinthians.

Assim como no Rio-São Paulo em 1993, a segunda final foi quase protocolar. Rivaldo deu poucas chances aos rivais e foi o diferencial daquela final. O meia fez dois gols no primeiro jogo e um na segunda partida, sacramentando o oitavo título brasileiro do Verdão. Depois disso, Palmeiras e Corinthians se enfrentaram em outras três finais, todas vencidas pelo time Alvinegro. 

PALMEIRAS 1 (4) X (3) 1 CORINTHIANS – PAULISTÃO 2020

A volta de Luxemburgo ao Palmeiras se deu após um bom ano no Vasco da Gama. Na equipe do Rio de Janeiro, o técnico não obteve conquistas, mas resgatou o orgulho dos torcedores vascaínos. O técnico voltou sob desconfianças e mesmo não apresentando um excelente futebol, conseguiu fazer o time chegar numa final de Paulista depois da polêmica final de 2018. O adversário foi Corinthians.

O primeiro jogo foi sonífero e tiveram raríssimas emoções, as quais ficaram reservadas para o jogo derradeiro. Palmeiras e Corinthians fizeram um primeiro tempo movimentado, mas sem grandes chances de gols. O placar só foi aberto no começo da segunda etapa, com gol do centroavante Luiz Adriano.

O Verdão caminhava para uma vitória de certa forma tranquila, até que Gustavo Gómez derrubasse Jô dentro da área. O atacante corintiano bateu o pênalti e converteu, levando assim o jogo para as cobranças de pênalti. Weverton foi o herói da disputa na marca da cal, defendendo duas penalidades. Na última cobrança, Patrick de Paula conevrteu e garantiu o 23º título do Paulistão ao Palmeiras.

RECORDISTA

Luxemburgo ainda bateu o recorde de títulos do Paulista de Lula, treinador histórico do Santos dos anos 1950 e 1960. Agora, Luxemburgo se isola com nove títulos do Campeonato Paulista sendo que cinco deles conquistado com o Palmeiras. O técnico ainda conseguiu a façanha de se tornar o treinador mais vitorioso da história do Verdão.

VAVEL Logo