Cuca valoriza empenho do Santos, mas lamenta empate: "Comandamos o jogo"
Foto: Ivan Storti/Santos FC

O técnico Cuca lamentou sua reestreia com empate do Santos diante do Red Bull Bragantino em 1 a 1, neste domingo (9), na Vila Belmiro, pela estreia do Campeonato Brasileiro. Apesar do gol amargo sofrido no fim, ele valorizou o empenho dos jogadores em dominarem a partida após diversos problemas extracampo.

O Peixe perdeu pênalti com Carlos Sánchez, abriu o placar, perdeu inúmeras chances e sofreu o empate polêmico no final.

A gente lamenta o empate, todos jogaram com determinação, com aplicação, taticamente fez um jogo bom, grande parte do jogo. Infelizmente você não está com moral elevado pra fazer o resultado antes”, elogiou Cuca

O treinador também se queixou das chances perdidas durante o jogo. “Nós comandamos o jogo, tivemos as ações das partidas, chances claras, poderíamos ter matado o jogo. Eu me queixo mais por não ter feito dois, três, quatro a um do que ter tomado. Era saber administrar o empate em cima da hora. É horrível, mas faz parte”, acrescentou.

Com apenas quatro jogos depois da retomada do futebol, o rendimento de alguns atletas caiu na segunda etapa. O treinador explicou e saiu em defesa do cansaço no Alvinegro.

Rendimento cai porque é jogo de velocidade. Contra-ataque, saída em velocidade. Meias e atacantes têm desgaste maior. Na defesa não se tem tanto desgaste”, afirmou.

Com alguns atletas sofrendo com desgaste físico e pelo fato do torneio nacional ser longo e a preparação ainda não estar 100%, o técnico Cuca deve fazer mudanças na equipe, que enfrenta o Internacional, no Beira Rio, na próxima rodada do Campeonato Brasileiro - partida acontece na quinta-feira (13), às 19h30.

Temos que reavaliar o jogo, muitos sentiram. Foi muito corrido. Estive um tempo fora e vejo diferença. Correm mais, espaço diminui, velocidade da bola é diferente. Vamos ver a recuperação deles para o jogo de quinta, para analisar a melhor estratégia”, finalizou.

VAVEL Logo