Mauro Beting afirma que Nelsinho Baptista não assumiu Palmeiras em 93 por problema no telhado de casa

O Palmeiras do início dos anos 1990 é lembrado com muita saudade pelos torcedores alviverdes. Parte do encanto daquela equipe tinha dedo do técnico, que construir um sistema tático eficiente e que encantava muitos. Em live no canal "Arnaldo e Tironi", Mauro Beting relembrou que o comandante, porém, poderia ser outro. Vanderlei Luxemburgo apenas assumiu a equipe porque Nelsinho Baptista teve um problema curioso.

"O prioritário era o Nelsinho Baptista. Tava quase tudo certo, mas tinha um problema. Ele tinha um problema no telhado da casa dele e precisava de 15 dias para arrumar. O Palmeiras tinha urgência e contratou o Vanderlei. Parece que deu certo", brincou Beting.

Depois da recusa insólita de Nelsinho, Luxa ainda teve concorrência. "Quando o Otacílio Gonçalves foi demitido, em 14 de abril de 1993,  José Carlos Brunoro, em nome da Parmalat, alugou uma sala comercial no Rio de Janeiro e entrevistou duas pessoas. O sr. Rosa Martins, campeão brasileiro pelo Vasco em 1989, e o ex-volante da Ponte Preta, Vanderlei Luxemburgo", relembrou o jornalista.

Âncora da live, Eduardo Tironi trouxe a situação para o mundo do jornalismo. "É como se a CNN americana me chamasse pra substituir o Anderson Cooper e eu falasse isso", finalizou.

VAVEL Logo