Força mental e mudanças de Sampaoli marcam virada do Atlético-MG sobre Corinthians
Foto: Divulgação/Atlético Mineiro

Nesta quarta-feira (12), o Atlético Mineiro recebeu o Corinthians em jogo válido pela 2ª rodada do Brasileirão. O jogo no Mineirão teve o Corinthians melhor na primeira etapa, abrindo o placar e ampliando, com gols de e Araos. Mas no segundo tempo, Sampaoli mexeu no time e Hyoran, duas vezes, e Nathan viraram a partida.

O jogo

Quando se observa as escalações dos times no início de jogo, onde o Atlético entrou com dois laterais que atacam (Guga e Arana) e com dois pontas abertos e de velocidade, que são Keno e Marquinhos, contra um time com os laterais Michel e Sidcley, além de Ramiro e Vital abertos, se imaginava um ataque contra defesa onde o alvinegro paulista poderia sofrer.

Ainda mais com a confiança abalada pela derrota nos pênaltis na final do Paulista. Mas ocorreu algo muito pelo contrário.

O Atlético até teve uma jogada de perigo pela direita, em cima da dupla Michel Macedo e Bruno Méndez, mas quem abriu o placar foi o Timão. Pela esquerda Guga deu um passe errado, Sedicley achou Araos que até bateu no gol, mas Jô desviou de cabeça e abriu o placar.

Cássio salvou o Corinthians como de costume com uma belíssima defesa no chute de Alan Franco, no alto. Mas foi só. No primeiro tempo ainda, em uma bela jogada de Vital para Jô, que deixou para Araos fazer o segundo, a efetividade paulista reinou sobre o tiki-taka de Sampaoli. Um preço que se paga por dar espaços, principalmente pelos lados.

Já na segunda etapa... o primeiro gol, onde pode se julgar uma falha de Cássio, Hyoran expos o Corinthians emocionalmente. A partir disso o Galo passou a acertar suas jogadas, pressionar e conseguir antes de qualquer coisa, forçar o Corinthians no campo de ataque.

E o que se gera nesses momentos, principalmente com a entrada de Savarino? Espaços. Que foi onde se conseguiu o empate, com um chute dele mesmo, uma defesa de Cássio e Hyoran colocando nas redes.

Nathan virou com um belo chute de fora da área, impossível para Cássio pegar. Isso evidenciou mais ainda o emocional alvinegro após a derrota. Em uma bela jogada, na direita, o cruzamento chegou em Hyoran, que devolveu pro meio e achou Réver, que bateu forte para vencer Cássio.

O gol foi anulado, mas isso mostrou mais uma vez que o controle corintiano da primeira etapa não funcionou e evidenciou uma falta de meio campo corintiano, que perdia a bola facilmente e via o Atlético passear no ataque.

E esses momentos mostraram mais uma vez a capacidade de Sampaoli de ler o jogo e perceber suas necessidades, com as entradas de Savarino e Hyoran, que mudaram o jogo!

Em alguns momentos o futebol nos deixa com a possibilidade de erros individuais influenciarem no resultado muito além da tática. Em uma saída errada de Rafael, Jô conseguiu um chute fraquinho, para Réver tirar em cima da linha. Dessa vez, ficamos no quase. No fim do jogo, aos 50 minutos, Avelar foi alto e cabeceou, quase empatando o jogo!

O Corinthians volta aos gramados no próximo sábado (15), às 19h, quando viaja para enfrentar o Grêmio. Já o Atlético joga no domingo (16), 11h, recebendo o Ceará. Ambos os jogos válidos pela 3ª rodada do Brasileirão.

VAVEL Logo