Após vexame do Flamengo em Goiânia, Torrent alerta: "Não é normal"
Foto: Alexandre Vidal/ C.R. Flamengo

Em sua pior fase da temporada, o Flamengo voltou a perder no Campeonato Brasileiro, na segunda partida de Domènec Torrent à frente do clube. Nesta quarta-feira (12), o Rubro-negro perdeu para o Atlético-GO por 3 a 0, no Olímpico de Goiânia.

Explicando sua variação tática, as alterações na escalação da equipe e sua implementação de jogo no time, o treinador ressalta que o momento vivido não pode ser encarado como normalidade, mas já considera o duelo contra o Atlético-GO como página virada.

Com um ritmo ameno, o Flamengo aparentemente iniciou a partida bem abaixo do rendimento de domingo, contra o Galo. Ainda na primeira etapa, o Rubro-Negro já perdia por 2 a 0 e teve um terceiro gol sofrido, anulado. Apático, o time que começou com a linha de três zagueiros, sofreu na criação de jogadas, finalizando apenas uma vez no primeiro tempo, contra sete dos Dragões.

Rendimento em campo

Falando sobre as mudanças promovidas na equipe, Torrent destaca o trabalho de Jorge Jesus em seu início no Flamengo. "No primeiro jogo, começamos com o 4-4-2, como Jorge Jesus. Acho que jogamos muito bem no primeiro tempo do primeiro jogo e poderíamos fazer mais gols. Hoje, começamos no 4-3-3 e depois no 4-2-3-1. Respeito o trabalho do ano passado, não fiz muitas alterações, mas eu falo que é difícil ganhar novamente. É muito difícil. O ambiente com a pandemia é muito difícil".

O treinador também destacou o ritmo do time, e faz ressalvas à baixa intensidade no duelo pela segunda rodada da competição. "Jogamos depois de 24 dias, parece que estamos na pré-temporada, um ritmo muito mais baixo, os outros em um ritmo mais alto, mas trabalharemos para fazer uma equipe vencedora. Certamente venceremos novamente. Eu preciso de tempo, os jogadores precisam de tempo. Não para jogar com Dome como técnico, mas para estarem melhor fisicamente, jogarem mais jogos e voltarem a vencer".

Sequência negativa

Depois de perder a invencibilidade de mais de um ano dentro do Maracanã, no Brasileirão, o Flamengo perde novamente e segue sem pontuar no campeonato. Ainda sem marcar gols, o time vê seu principal artilheiro, o Gabigol, sem balançar as redes há seis jogos. Falando sobre os resultados ruins, Torrent fala em superação.

"Não é normal. O Flamengo é vencedor, ganhou quase tudo. Eu sou vencedor. Não me lembro de perder dois jogos seguidos, mas acontece algumas vezes no futebol. Por que? Porque as ligas não são as mesmas, algumas equipes fazem mais jogos que você e não é fácil. Temos que ter mais ritmo, mais treinamentos e jogar em um ritmo alto. Estamos trabalhando duro para isso. Não é fácil. Todos os times estão muito bem preparados para vencer equipes como o Flamengo", finaliza. 

Próxima rodada

Em um intervalo de 48h o Flamengo voltará à campo mais uma vez como visitante. Em jogo válido pela terceira rodada do Brasileirão, o Rubro-Negro vai ao sul enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira. A partida agendada para o sábado já reserva um desfalque para os visitantes, que não terão Diego Alves, expulso após uma confusão contra o jogador adversário no segundo tempo.

 

VAVEL Logo