Fim do segundo ciclo: técnico Gilmar Dal Pozzo é demitido do Náutico
Gilmar Dal Pozzo não comanda mais o Náutico | Foto: Caio Falcão/Náutico

Está encerrado o segundo ciclo de Gilmar Dal Pozzo à frente do comando técnico do Clube Náutico Capibaribe. A equipe de Rosa e Silva não se pronunciou de modo oficial, mas a demissão do treinador é certa por causa de integrantes da comissão técnica composta também por Dal Pozzo que publicaram seus desligamentos do time em suas redes sociais. O retorno aos jogos oficiais com atuações aquém do esperado pelo torcedor, as eliminações na fase de grupos da Copa do Nordeste, nas semifinais do Campeonato Pernambucano e o início ruim no Campeonato Brasileiro da Série C são fatores cruciais para embasar sua demissão.

As primeiras informações sobre a saída de Gilmar e sua equipe do Náutico começaram a circular na imprensa pernambucana durante a tarde da quarta-feira (12). Veículos de comunicação situados no Recife conseguiram entrar em contato com integrantes da comissão técnica. Em entrevista ao Globo Esporte, o preparador físico Walter Grassmann confirmou o próprio desligamento, além do treinador Gilmar Dal Pozzo e do auxiliar Luciano Borges, embora o próprio preparador tenha se manifestado por meio de suas redes sociais.

“As portas que eu abri, ninguém fecha e as portas que eu fechar, ninguém abre. Ser demitido e principalmente de um clube grandioso como o Náutico sempre será doloroso, mas agradeço muitíssimo a Deus pelos 14 meses aqui trabalhados. O meu futuro pertence ao Deus a quem sirvo”, publicou Grassmann.

Após a primeira passagem entre 2015 e 2016, Gilmar Dal Pozzo retornou ao clube alvirrubro em 2019 para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série C. Márcio Goiano foi demitido e o objetivo era tirar o Náutico da pasmaceira da terceira divisão nacional. O trabalho deu certo e o Timbu conseguiu não apenas o retorno à Série B, mas o título da competição, o primeiro em âmbito nacional em sua história de quase 120 anos. Porém, as coisas não funcionaram em 2020 como no ano passado. Apesar de uma contundente vitória sobre o Sport no Nordestão, a equipe foi eliminada na Copa do Brasil pelo Botafogo, não venceu nenhum clássico no Pernambucano e caiu ao Santa Cruz nas semifinais, foi goleado pelo Bahia na última rodada da Copa do Nordeste e não avançou aos confrontos eliminatórios e não venceu em seus dois primeiros jogos na Série B. Neste segundo ciclo, foram 21 vitórias, 13 empates e oito derrotas.

Com a derrota na estreia sofrida diante do Avaí e o empate sem gols contra o Operário Ferroviário, as críticas ficaram mais amplas e não deram mais sustentação ao agora ex-treinador do Náutico. Ainda que não tenha ocorrido um pronunciamento oficial, o assunto segue tratado nos ambientes internos e deve haver alguma posição da diretoria nesta quinta-feira (13). Nomes como Marquinhos Santos e Elano são os mais fortes e, talvez, a direção se pronuncie já com o nome do substituto. Diante de todo esse cenário, o Timbu voltará a entrar em campo às 19 horas deste sábado (15), em tradicional confronto alvirrubro e nordestino contra o CRB, no Estádio dos Aflitos, no Recife/PE, pela terceira rodada da Série B 2020.

VAVEL Logo