Pressionado, São Paulo recebe Fortaleza no Morumbi em novo reencontro com Rogério Ceni
Rogério Ceni e Tiago Volpi no último confronto entre São Paulo e Fortaleza (Foto: Rubens Chiri/São Paulo)

Os casos dos atletas do Goiás que testaram positivo para Covid-19 impediram que o São Paulo estreasse pelo Campeonato Brasileiro no último final de semana. Após o confronto com o Esmeraldino ser adiado, o Tricolor encara o Fortaleza nesta quinta-feira (13), no Morumbi, às 19h, pela segunda rodada do Brasileirão.

Por mais que a competição esteja apenas no início, há muito em jogo nesse confronto: Fernando Diniz está sendo questionado no comando do clube paulista, enquanto Rogério Ceni enfrenta o São Paulo pela primeira vez no Cícero Pompeu de Toledo.

Em busca de dias melhores

A eliminação em casa diante o Mirassol gerou revolta por parte dos torcedores. O principal alvo das críticas foi o treinador Fernando Diniz, além do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva – o Leco. O São Paulo era favorito no confronto, mas foi derrotado por um time recém montado para dar continuidade no Paulistão após a retomada do futebol. Diante disso, o técnico busca mudanças na equipe.

Assim como projetou diante o Goiás, partida que não aconteceu, Liziero entra no time principal e Alexandre Pato vai ao banco de reservas. A ideia de Diniz é fortalecer o setor defensivo e manter a qualidade na saída de jogo. Com a mudança, Daniel Alves passa a atuar mais na armação do time. Por conta dos treinos fechados, é difícil saber se o São Paulo vai entrar num 4-4-2 ou 4-1-4-1.

O Tricolor ainda terá alguns desfalques para o confronto diante o Fortaleza. Hernanes (lombalgia) e Toró (lesão muscular) são as últimas baixas da equipe paulista. Além deles, Walce e Rojas se recuperam de lesão no joelho e também desfalcam a equipe. Everton, que era dúvida por conta das negociações com o Grêmio, está entre os relacionados e vai a jogo.

Provável escalação do São Paulo: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê, Liziero, Daniel Alves e Igor Gomes; Vitor Bueno e Pablo. Técnico: fernando Diniz.

O bom filho a casa torna

Rogério Ceni encara uma situação inédita na carreira: pela primeira vez, o ex-goleiro enfrentará o São Paulo no Morumbi. No ano passado, quando também estava no comando do Fortaleza, o jogo na cidade de São Paulo aconteceu no Pacaembu.

O treinador do Leão do Pici será obrigado a fazer mudanças na escalação principal. Quintero foi expulso diante o Athletico Paranaense e Jackson assume vaga na equipe titular. Outra baixa é de Marcelo Boeck. O goleiro sequer viajou com a delegação à capital paulista. Max Walef estará no banco caso surja algum imprevisto com Felipe Alves.

Na última quarta-feira (12), o Fortaleza anunciou a contratação de Franco Fragapane, ex-Talleres. O atacante chega por empréstimo e já está regularizado no BID. Por isso, o argentino pode estrear ante o São Paulo.

O Fortaleza não vence há dois jogos e a crise está batendo na porta do clube. A eliminação para o Ceará na Copa do Nordeste e a estreia desastrosa no Campeonato Brasileiro liga sinal de alerta no clube. Rogério Ceni tem a difícil missão de colocar o Leão do Pici de volta no caminho das vitórias. Para isso, os nordestinos precisam quebrar um tabu de 14 anos contra o São Paulo. A última vitória do Fortaleza sobre os paulistas foi pela segunda rodada do Brasileirão de 2006.

Provável escalação do Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Paulão, Jackson e Bruno Melo; Felipe e Juninho; Romarinho, Osvaldo, Wellington Paulista e David. Técnico: Rogério Ceni.

VAVEL Logo