Confiança esbarra na trave, empata com Sergipe e Estadual será decidido na última rodada
Foto: Emanuel Rocha/FSF

No último Clássico Maior da temporada, faltou o gol, mas sobraram emoções. O duelo entre Sergipe x Confiança foi realizado no começo da noite desta sexta-feira (14), válido pela quinta rodada do quadrangular final do Campeonato Sergipano 2020 e realizado na Arena Batistão, em Aracaju/SE. Enquanto os azulinos foram melhores no jogo e acertaram a trave em três oportunidades, os colorados também tiveram suas chances, mas a rede não foi balançada. O clássico terminou empatado em 0 a 0.

O primeiro tempo foi agitado, as equipes começaram o clássico com muita intensidade. O lado azul do confronto ficou mais vezes na cara do gol, mas hoje não era dia de marcar. Aos três minutos, o Confiança assustou quando Marcelinho encheu o pé em cobrança de falta e a bola explodiu no travessão. O Sergipe não ficou atrás e respondeu em seguida. Wilson Júnior foi acionado dentro da área, fez o corte, mas errou o alvo na hora da finalização. Em seguida, a tensão de um confronto tão importante para o futebol do estado apareceu, ainda mais quando se tratava de uma partida que o vencedor voltaria a ser campeão sergipano. Apenas na reta final, Djalma Silva conduziu a bola até a linha de fundo, fez o cruzamento e Mikael mandou por cima em finalização na pequena área.

Na etapa final, ao contrário do que ocorreu no início da partida, o Sergipe teve a primeira chance perigosa logo no primeiro minuto. Daniel cobrou escanteio e Dinda cabeceou para fora. Com o maior desgaste físico e a melhor administração do elenco por parte do Confiança, a equipe proletária dominou a última metade do segundo tempo, embora o Gipão também tivesse seus momentos de perigo. O Dragão teve três chances em menos de dois minutos. Na primeira, Hítalo apareceu para bloquear Iago na área. Na segunda, Marcelinho dominou na área após escanteio cobrado e Hítalo travou novamente. Na terceira, em contragolpe, Iago avançou à linha de fundo e cruzou para Reis, mas o desvio teve o alvo errado.

A entrada de André Moritz ampliou o poder de fogo da equipe industrial. Aos 39, Reis cobrou escanteio, Matheus Mancini desviou, André Moritz dominou e acertou o travessão. Dois minutos depois, o próprio André arriscou e novamente mandou a bola na barra superior. Nos acréscimos, Ari Moura se antecipou no cruzamento de Djalma Silva e o goleiro Marcão impediu o gol azul. O Sergipe voltou a atacar com perigo nos minutos finais, mas o ótimo passe recebido por Cléber foi mal finalizado.

Com o empate sem gols no Clássico Maior, os colorados seguem na liderança do quadrangular final, com 12 pontos. Por sua vez, os proletários somam 11 pontos e estão na segunda posição, porém, com um jogo a menos que o arquirrival. Como o Sergipe encerrou sua participação na competição estadual, resta secar o Dragão. Na próxima sexta-feira (21), o Confiança enfrenta o Itabaiana às 17 horas, novamente no Batistão, em Aracaju/SE. Se pontuar, o título é azul por maior saldo de gols.

VAVEL Logo