Botafogo-SP domina e vence Avaí fora de casa pela Série B
Foto: Divulgação/Botafogo SA

Depois de perder chances incríveis na primeira etapa, o Botafogo-SP, com um a mais, marcou no segundo tempo e bateu o Avaí por 1 a 0, na Ressacada, nesta terça-feira (18). O volante Elicarlos marcou o único gol da partida, em mais um reencontro do técnico Claudinei Oliveira com o Leão - ele comandou o time catarinense em mais de 100 jogos.

O primeiro tempo do Botafogo foi sufocante, mas, de forma inacreditável, não conseguiu abrir o placar. Logo aos dois, após cruzamento de Jefferson, Luketa apareceu livre na pequena área, mas pegou mal e a bola subiu, até Rafael Pereira tirar. Três minutos depois, em erro de recuo de Sallinas, Tanque recuperou, saiu na cara do goleiro e encheu o pé, mas acertou a trave.

No total, o Botafogo teve menos posse de bola - 43% -, mas teve dez finalizações, três na direção do gol e outras três na trave, contra três no total do Avaí. Além de pouca criatividade na frente, o Leão falhou muito na defesa e cedeu várias chances.

Aos 25, após lateral cobrado na área, Tanque raspou e Rafinha finalizou bonito de bicicleta, mas carimbou a trave. Três minutos depois, Jefferson bateu falta na área, Tanque cabeceou e mandou perto da trave.

Uma sequência incrível do Botafogo aconteceu a partir dos 31. Primeiro, em nova cobrança de lateral na área, Tanque raspou, Rafinha chutou em cima de Luketa, que ficou na cara do gol outra vez, mas Frigeri salvou com o pé. Na sequência, Jefferson bateu falta na área, Jordan tocou de cabeça para trás e Tanque chutou no canto, porém, novamente o goleiro avaiano brilhou. Na cobrança de escanteio, Bruno Silva tocou contra, e o arqueiro do Avaí defendeu outra vez.

E o Avaí ainda teve outras más notícias: aos 39, Renato foi substituído por Jonathan, por conta de lesão. No mesmo minuto, Arnaldo derrubou Rafinha em contra-ataque e foi expulso. Na cobrança da falta, o próprio Rafinha cobrou, a bola desviou na barreira e, outra vez, parou na trave. A única chance avaiana veio aos 44: Jonathan ficou com rebote na entrada da área, limpou e bateu colocado, no travessão. No fim, o Leão saiu muito no lucro, enquanto o Pantera lamentou as várias chances perdidas.

Para a segunda etapa, o Avaí voltou com Iury na vaga de Kelvin para reestruturar a defesa e, apesar de um volume menor de chances do Botafogo, o time da casa foi incapaz de assustar, com o agravante de estar com um a menos. Logo no primeiro minuto, o lateral Val já levou perigo a Frigeri, chutando de canhota uma bola muito perto da trave direita.

Já aos 19, após jogada de Murilo, Rafael Pereira travou e a bola sobrou para Elicarlos, que encheu o pé e mandou no canto esquerdo de Frigeri para finalmente abrir o placar em Floripa: 1 a 0. Sem se desgastar, o Botafogo administrou a posse de bola - terminou com 54% - e terminou o jogo com 20 finalizações, contra apenas quatro do Leão.

O time de Ribeirão Preto por pouco não ampliou aos 35. Após lateral cobrado na área, Tanque dominou livre e chutou forte, mas Frigeri salvou o Leão de novo. No fim, o Avaí até tentou uma pressão, porém, o goleiro Darley não foi ameaçado, e o Botafogo garantiu três pontos importantes. 

Classificação e próximos compromissos

O Avaí volta a campo no sábado (22) diante do Cuiabá, novamente na Ressacada, às 11h. Mais tarde, no mesmo dia, o Botafogo-SP tem mais um rival de Floripa pela frente: o Figueirense, em casa, às 16h30.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo