Lucas Silvestre reclama de pênalti não marcado para Athletico, mas admite jogo de nível técnico baixo
Foto: Fabio Wosniak/Athletico

O Athletico sofreu um gol nos minutos finais nesta quarta-feira (19) e perdeu para o Palmeiras na Arena da Baixada por 1 a 0 pela quarta rodada do Brasileirão 2020. Em jogo com muita marcação, os ataques produziram pouco e um bate-rebate na área rubro-negra definiu o duelo.

O auxiliar-técnico Lucas Silvestre, que substitui o pai e treinador Dorival Júnior, que está com Covid-19, admitiu a partida fraca em Curitiba e a dificuldade do Athletico de criar jogadas.

O Palmeiras teve uma chance de gol clara, que foi a bola do gol. Nós tivemos duas chances: uma com o Halter, no primeiro tempo de cabeça, e a bola do Pedrinho [na trave] no segundo tempo. O jogo não teve um nível técnico alto. Ele foi muito pegado, de muita marcação de ambos os lados. Tivemos bastante dificuldade de conseguir as infiltrações na defesa do adversário. E o mesmo aconteceu com o adversário”, disse o auxiliar técnico Lucas Silvestre.

Ofensivamente, hoje, o nosso jogo não encaixou. A parte ofensiva deu uma sustentação boa. Fico feliz com a reação que o Halter teve após o jogo contra o Santos. Ele conseguiu se reerguer”, completou.

Para Silvestre, um possível pênalti não marcado em Léo Cittadini, no início da etapa complementar, também foi decisivo para o resultado negativo em casa.

Foi uma noite infeliz dele [árbitro]. Começando pelo pênalti claríssimo em cima do Cittadini. E foi revoltante, porque estávamos muito próximos do lance. Quando o Cittadini toca na bola, ele é atropelado pelo jogador do Palmeiras, que em momento nenhum visou a bola naquele lance. O VAR não chamar o árbitro neste lance é uma coisa absurda. Um lance que influenciou diretamente na partida”, reclamou.

O próximo jogo do Athletico no Campeonato Brasileiro será já no próximo sábado (22), diante do Fluminense, novamente na Arena da Baixada, às 16h. Silvestre espera uma equipe bem diferente para o próximo compromisso.

Pela cobrança que vi no vestiário entre eles [jogadores] e entre nós da comissão técnica, pode ter certeza que a equipe virá muito forte para sábado, porque todo mundo sabe que poderia ter feito muito mais na noite de hoje”, concluiu Lucas Silvestre.

VAVEL Logo