Mesmo com dois gols anulados, Fluminense bate Athletico graças a gol contra
Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Líder do Brasileirão 2020 na segunda rodada, o Athletico-PR emendou a terceira derrota consecutiva neste sábado (22), ao levar 1 a 0 do Fluminense na Arena da Baixada. O zagueiro Felipe Aguilar marcou contra o único gol da partida válida pela quinta rodada da competição.

Sem o técnico Dorival Junior à beira do gramado pela terceira rodada consecutiva após testar positivo para a Covid-19, o Athletico-PR que começou o campeonato com duas vitórias caiu de produção e neste momento ocupa a sétima posição.

Mudanças

Os dois times entraram com mudança entre os titulares em relação à rodada do meio de semana. O Fluminense poupou Nene e Odair Hellmann escalou Ganso, que ditou o ritmo do tricolor carioca ao lado de Michel Araújo. Já o Athletico-PR sentiu a ausência de Nikão, que saiu lesionado contra o Palmeiras, e o substituto Marquinhos Gabriel não correspondeu, tanto que saiu no intervalo.

Os zagueiros roubaram a cena neste confronto pois protagonizaram os principais lances. O time da casa entrou em campo com uma dupla inédita até então: Felipe Aguilar e Pedro Henrique, que reestreou após passagem pelo Corinthians. O colombiano tornou-se o personagem da partida porque desviou um cruzamento de Yuri Lima e então a bola entrou: 1 a 0.

Três para valer um

A rede do goleiro Santos balançou três vezes, mas só na última que o Fluminense pôde comemorar. Na primeira, aos 24 minutos, o zagueiro Luccas Claro empurrou para o gol, mas a arbitragem revisou o lance na cabine do VAR e assinalou falta do zagueiro Digão na origem da jogada. Mais tarde, aos 37 minutos, Michel Araújo marcou, mas novamente o árbitro anulou, desta vez porque o mesmo Luccas Claro estava em posição de impedimento no lance que originou a finalização do uruguaio.

O segundo tempo foi mais pegado, tanto que cinco dos sete cartões amarelos distribuídos foram na etapa final. No total foram 33 faltas, sendo 21 do rubro-negro.

Mesmo com domínio da posse de bola, o Athletico-PR sentia dificuldades para levar perigo ao gol do Fluminense. Enquanto isso o tricolor carioca apostava nos contragolpes principalmente com Michel Araújo, bastante acionado, Wellington Silva e Marcos Paulo.

Fora dos gramados desde novembro de 2018, o centroavante Walter também reestreou nesta noite, justamente contra um de seus ex-clubes. Sendo assim, o Athletico Paranaense terminou a partida com quatro atacantes, mas não conseguia chegar ao gol do Fluminense. Quando o ataque encaixou, o goleiro Muriel se destacou ao defender bolas de Geuvânio e Lucho González e, para completar, o travessão ajudou o tricolor no final do jogo. 

Esta foi a segunda derrota seguida do Athletico-PR na Arena da Baixada, um momento atípico na história recente do atual campeão paranaense. Na quarta-feira (19) a equipe levou 1 a 0 do Palmeiras e perdeu  uma invencibilidade de 18 jogos que durava desde outubro. Neste período foram 15 vitórias e três empates.

Classificação e próximos compromissos

Sexto colocado no Brasileirão com sete pontos, o Fluminense volta a campo na terça-feira (25), desta vez pela Copa do Brasil, diante do Figueirense - os catarinenses venceram a partida de ida por 1 a 0.

Já o Athletico-PR tem um dia a mais de descanso, visto que no dia seguinte encara o São Paulo no Morumbi pelo Brasileirão. O Furacão é o sétimo, com seis.

VAVEL Logo