Exames do atacante Marinho, do Santos, não apontam lesão
Foto: divulgação/Ivan Storti/Santos FC

Após deixar o campo sentindo dores na coxa direita, no segundo tempo na derrota do Santos por 2 a 1 para o Palmeiras neste domingo (23), pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante Marinho passou por uma reavaliação no CT Rei Pelé, nesta segunda-feira (24) e não teve lesão detectada.

O camisa 11 sofreu três faltas no clássico, duas delas logo no início da partida e que geraram discussão: uma de Rony e outra de Lucas Lima. No entanto, seguiu no jogo mesmo com as pancadas, mas não demorou para sentir as dores e ser substituído por Tailson.

A dor na coxa não é uma novidade para Marinho. O atacante ficou parado entre janeiro e julho, após se lesionar no empate em 0 a 0 com o Red Bull Bragantino, pela primeira rodada do Campeonato Paulista e teve uma fratura no pé esquerdo. Quando já estava pronto para o retorno, teve que lidar com a paralisação do futebol devido a pandemia de covid-19.

Os jogadores que enfrentaram o Palmeiras ganharam folga nesta segunda-feira (24), mesmo assim Marinho compareceu ao CT Rei Pelé para se certificar de que estava tudo bem.

O técnico Cuca terá uma semana livre para se preparar para o duelo diante do Flamengo, que acontece no domingo (30), às 16h, na Vila Belmiro, pela sexta rodada do Brasileirão. Há uma expectativa para que até lá o departamento médico do Santos seja esvaziado. Com problemas físicos, Vladimir, Anderson Ceará, Raniel e Uribe realizam um cronograma especial para recuperação e podem ser liberados para a próxima partida.

VAVEL Logo