Apesar da eliminação, jogadores do Cruzeiro enaltecem dedicação apresentada em campo: "Vontade e sacrifício"
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Em partida truncada contra o CRB, o Cruzeiro conseguiu o empate em Maceió. No entanto, o resultado não foi suficiente para dar a classificação à equipe celeste. A Raposa perdeu a partida realizada em seus domínios por 2 a 0. Apesar da desclassificação, o volante Ariel Cabral parabenizou o empenho da equipe e comentou sobre um lance polêmico da partida.

A verdade é que nos dedicamos, tentamos e fizemos o primeiro gol. Infelizmente tivemos um lance de pênalti (em Maurício, não assinalado pelo árbitro), mas acredito que perdemos mesmo no primeiro jogo. Aqui a gente tentou, trabalhou, mas não deu”.

O argentino ainda complementou afirmando que a equipe celeste deve valorizar o trabalho apesar de não ter obtido o resultado desejado.

“Jogamos com muita vontade e sacrifício. Temos que valorizar isso. O primeiro jogo que decidiu a classificação, mas os atletas estão de parabéns e temos muita coisa ainda pela frente”.

Quem também opinou sobre a partida foi o meia Marco Antônio. O atleta garantiu o foco no principal objetivo do Cruzeiro na temporada, o acesso à Série A. Ele também comentou sobre a quebra de ritmo após o lance envolvendo o lateral Igor, do CRB, onde o jogador do time alagoano se chocou com Jadsom precisando ser encaminhado para o hospital local. O ocorrido paralisou a partida por 16 minutos.

Acho que a gente construiu bem. Tivemos algumas chances, mas infelizmente, em nosso melhor momento do jogo, tivemos a parada e logo em seguida tomamos o gol. Agora é focar em nosso principal objetivo, que é o acesso à Série A. Creio que estamos no caminho certo. Infelizmente não veio o resultado, mas vida que segue, pois o Cruzeiro é muito grande e o que queremos é colocá-lo no lugar de onde ele nunca deveria ter saído”.

A próxima partida da equipe celeste será no sábado (29) contra o América–MG pela 6ª rodada da Série B.

VAVEL Logo