Sampaoli exalta possibilidade de conquistar primeiro título
no Brasil: “Grande orgulho”
Foto: Reprodução/Atlético-MG

O Atlético-MG saiu na frente na disputa pelo título de campeão mineiro. Já que venceu o Tombense por 2 a 1, de virada, nesta quarta-feira (26), no Mineirão. Após a partida, o técnico Jorge Sampaoli afirmou que o Galo teve mais vontade de vencer.

Uma partida dura, uma final, um jogo muito picado. No primeiro tempo, não tivemos tão bem na hora de controlar os ataques. Não sofremos, mas também não criamos em demasia. No segundo tempo, tivemos mais volume e creio que ganhou a equipe que buscou ganhar a partida”.

Sobre o elenco, o treinador fez vários elogios e destacou que estão sempre em busca da vitória, até o minuto final. Inclusive, o gol da vitória, marcado por Keno, foi aos 52’ do segundo tempo.

Um passo adiante nisso, na busca para que esse plantel jovem tenha personalidade para, nos momentos difíceis, ir buscar. Encontramos o prêmio no último minuto, que a equipe buscou sempre. Valorizo muito este grupo de jovens que conseguiu um passo importante para chegar a uma disputa dura no domingo”.

Apesar de estar comandando sua segunda equipe brasileira, Sampaoli ainda não conquistou nenhum título aqui. Sobre a proximidade da primeira conquista, o técnico argentino revelou que será um orgulho.

É uma alegria. Vim para este país para marcar uma filosofia de jogo, de ataque, tratar de que o Brasil veja a possibilidade, com os bons jogadores que tem aqui, de encontrar uma filosofia diferente. Ganhar um título, para mim, seria um grande orgulho”.

Por fim, Sampaoli fez uma avaliação da equipe nesses meses sob seu comando. Inclusive, afirmou que a equipe vem evoluindo, mesmo que aos poucos. Também frisou que os jogadores estão assimilando sua forma de atuar.

Como tudo, é um processo. Jogadores muito jovens, jogadores novos. Um plantel que nós assumimos em sexto no Mineiro, classificamos e, hoje, estamos na final e ganhamos a primeira final. O time já havia saído da Copa do Brasil, da Copa Sul-Americana, tinha que reconstruir tudo. Leva tempo. Um plantel jovem, muito jovem, que tem que enfrentar o Campeonato Brasileiro, que é muito exigente e, agora, uma final que é muito importante para o clube. Então, creio que basicamente há um crescimento bem marcado da filosofia” encerrou.

A segunda partida da decisão será no próximo domingo (30), às 16h (horário de Brasília), novamente no Mineirão. Apesar de o mando ser do Tombense, o jogo não poderá ser disputado em Tombos porque o estádio da cidade não foi homologado para receber o árbitro de vídeo.

Por ter feito a melhor campanha da primeira fase, a equipe do interior precisa de uma vitória simples para levar o título. Caso haja um empate, o Galo fica com a taça.

VAVEL Logo