Ramon dedica classificação ao jogadores e elogia postura do Vasco contra Goiás: "Satisfeito"
Foto: Rafael Ribeiro / Vasco

Classificado, invicto e feliz. É assim que está o técnico Ramon Menezes depois do sétimo jogo do Vasco sob seu comando. O Gigante da Colina derrotou o Goiás por 2 a 1 no tempo normal e 3 a 2 nos pênaltis e garantiu a vaga na quarta fase da Copa do Brasil. Com seis vitórias e um empate desde que foi efetivado como treinador, o comandante exaltou mais uma vez a postura dos jogadores e a entrega do elenco em mais um jogo decisivo.

"Todo mundo está muito feliz. Muito satisfeito. Os jogadores estão de parabéns por tudo. A entrega, a dedicação e não posso deixar de falar de Vasco da Gama. Coisa que eles estão representando muito bem. Fizemos um grande jogo. Sabíamos da dificuldade. O adversário entrou ganhando por 1 a 0, com um novo treinador, motivação e com todas essas dificuldades nós conseguimos a classificação. Gostei muito do que vi, não só pelo resultado, mas pelo empenho, dedicação... todos os atletas deveriam vir aqui falar. Passando pra vir pra cá, o campo já estava escuro e os que não jogaram estavam treinando forte. Esse é o nosso trabalho", disse o treinador, antes de completar: 

"Sabíamos que era um jogo muito importante. Na parte financeira, projeção para os atletas. A busca é chegar longe em todas as competições. Foi um jogo muito bom. Esse grupo, todos os jogos, temos passado aos atletas da importância. Todos se tornaram finais de campeonato. A entrega foi como a gente e tenho certeza que o torcedor do Vasco gosta de ver. Estão todos de parabéns. Uma atuação excepcional. O campo nos ajudou muito. Gramado muito bom pra se jogar. Procuramos ter o controle das ações, o prazer de jogar futebol, de encurtar, de marcar, induzir o adversário a fazer aquilo que a gente quer que eles façam. Foram todos fantásticos."

Agora, o Vasco encara o Fluminense às 19h do próxima sábado (29) no clássico pela sexta rodada do Brasileirão.

Outros pontos da coletiva de Ramon

Sistema defensivo vascaíno

"Nosso sistema defensivo... Miguel, o Castan não perde uma bola. O que vou falar do Castan? Tem o Ricardo. Jogar dessa maneira é muito bom, mostra um entendimento de um trabalho. Eles fazem isso no treinamento, fazem isso todo dia. Isso que está muito legal. Hoje o jogo é muito estratégico. Vai chegando no segundo tempo, e você tem que pensar muita coisa. Vi Benítez no final do jogo já cansado. Mas ele mesmo cansado, com o talento que ele tem, consegue segurar a bola e fazer um grande lance. E ainda tinham os pênaltis."

Substituições contra o Goiás

"Todas as substituições foram pensadas. Talles fez um grande jogo, ele tem nos ajudado muito. Estou feliz com a entrega defensiva dele, ele está segurando mais a bola. Está errando porque é um jogador diferente e vai tentar o grande lance. Talvez ele precise entender o momento certo de passar a bola ou circular a bola. No campo adversário, aí sim ele vai para cima e faz o grande lance com improviso e a magia que tem de sobra. Tem a minha confiança e de todos do grupo."

"Gostei da entrada do Carlinhos, do Parede, da volta do Yago. E aí o grupo se fortalece. Muitos poderiam entrar hoje e dar sua parcela de contribuição mesmo não entrando. Temos jogo agora no sábado, o tempo de recuperação é muito curto. Precisamos de todos e dos departamentos para a recuperação dos atletas. E os atletas estão nessa luta de querer mais e querer melhorar."

Evolução dos atletas

"Fico muito feliz com o crescimento de todos os atletas. Falei lá atrás do Ricardo, do Andrey e do Henrique, que são oriundos da base e hoje são referências. Andrey é referência de superação, não vinha jogando no ano passado. Fez o que se espera e botou todo o talento para fora. Tem uma técnica impressionante. Ele tinha sim que melhorar quando não tem a bola, que é encurtar e marcar. Isso está fazendo muito bem."

"Há o crescimento do Ricardo e do Henrique tendo o Castan do lado. O Castan é importantíssimo para o clube. Castan e Fernando Miguel são a minha extensão dentro do campo. Como representam bem do clube! E fazem esses atletas crescerem. Hoje não tivemos o Bruno Gomes, atleta importantíssimo e que vem crescendo muito. Não podemos esquecer da evolução do Fellipe Bastos, que sabe muito o que é ser Vasco e ser campeão aqui. O Yago vem jogando aqui há algumas temporadas e é importantíssimo."

Opções do elenco cruzmaltino

"Tem o Juninho, que vai começar a ter oportunidade. Pec teve chance. Quando Lucas Santos se recuperar, vai nos ajudar muito. Neto, que já jogou e está em processo de adaptação, já está entendendo tudo e a estratégia do jogo. Jogou contra o São Paulo e depois foi titular contra o Ceará."

"Carlinhos teve oportunidade de entrar contra o Ceará. Hoje entrou e muito bem. Quase fez um gol. Parede também vem tendo oportunidades, ainda não teve chance de iniciar um jogo, mas vai ter a oportunidade. Ribamar é um exemplo de grupo. Foi lá e com três ou quatro minutos e fez o que se espera dele, que é o gol do atacante."

VAVEL Logo