Jonathan Bocão lamenta confusão na eliminação do Vitória; presidente baiano desceu ao campo
Foto: Pietro Carpi / EC Vitória

Nesta quarta-feira (26), o Vitória perdeu de virada para o Ceará por 4 a 3 e está eliminado da Copa do Brasil. A partida que teve sete gols também foi marcada por muita confusão dentro e fora de campo e expulsões de Léo Ceará e Vico, do Leão.

Após a partida Jonathan Bocão falou que essa série de fatores complicou a vida do Leão.

"Apesar da dedicação, foram duas expulsões que complicaram. Não tem como, além de tentar fazer alguma coisa. Estamos tristes, mas agora é rever, descansar e dar sequência para o Brasileiro", afirmou na saída de campo.

Clima quente que até o presidente desceu ao gramado

Presidente do Vitória, Paulo Carneir invadiu o gramado do Estádio Barradão no intervalo da partida contra o Ceará, e ameaçou o meia Vinícius, do Vozão. Enquanto o jogador se preparava para dar entrevista, o dirigente começou a gritar em tom de ameaça. 

"Aqui você apanha. Você sabe que aqui você apanha. Comigo a história é outra. Sabe disso? Fica caladinho aí. Seu vagabundo, lhe dou porrada, seu vagabundo. Comigo a conversa é outra. Aqui você apanha, seu vagabundo", bradou Paulo Carneiro, que invadiu o campo para reclamar com o árbitro, mas acabou contido por um jogador do Vitória. 

O jogador do Vozão sequer conseguiu dar a entrevista e tentou questionar Paulo Carneiro sobre o que havia feito. Porém, o dirigente foi retirado de campo por atletas e funcionários do clube baiano.

Sem a Copa do Brasil, o Vitória foca as atenções na Série B do Campeonato Brasileiro. No sábado, o adversário é o Paraná, no Barradão, às 16h30.

VAVEL Logo