Eduardo Barros valoriza empate, mas admite que Athletico-PR está ‘longe do ideal’
Foto: Rodolfo Buhrer / CAP

Na noite desta quarta-feira (2), o Athlético-PR ficou no empate em 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, na Arena da Baixada, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico interino Eduardo Barros valorizou o ponto conquistado, mas admitiu que o desempenho da equipe está muito longe do ideal.

No primeiro tempo da partida, o Furacão foi bem melhor e quase abriu o placar com Erick de cabeça. Logo depois ele acabou fazendo uma boa jogada individual e tocou para Geuvânio marcar. O Bragantino conseguiu o empate com Claudinho, que tocou por cobertura na saída de Santos.

"O desejo de ser mais agressivo me agradou. Quando estávamos melhores no jogo e com a vantagem, nos expomos desnecessariamente e em excesso. Não entendemos que poderíamos estar mais equilibrados e levamos o gol de contra-ataque. Estamos bem distantes do esperado, mas acredito que demos um bom passo", avaliou Barros em entrevista coletiva. 

No segundo tempo, o Furacão pouco criou e teve apenas uma boa chance com Léo Cittadini, nos minutos finais da partida. O jogador recebeu de Carlos Eduardo e chutou, da entrada da área, por cima do travessão. Por outro lado, a equipe conviveu com o perigo ao ver o Braga jogar em seu campo defensivo e rondar a área. Santos fez uma grande defesa e evitou a virada em chute cruzado de Ytalo.

"Em todos os jogos, o objetivo é anular a outra equipe. Acredito que, em alguns momentos, conseguimos anular e ter o controle. É natural ter alternâncias de imposição. Nós fizemos todos os esforços para conquistar a vitória, não conquistamos, mas ao menos pontuamos. Esse ponto tem que ser valorizado", finalizou.

Com sete pontos, o Athletico é o 13º colocado e acumula quatro derrotas e um empate nos últimos cinco jogos no Brasileirão O Furacão volta a campo no domingo(6), contra o Vasco da Gama, às 18h, em São Januário, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo