Odair elogia entrega do Flu contra Atlético-GO: "Era para ser a vitória, mas valeu o esforço de todos"
Foto: Lucas Merçon/ Fluminense FC

Em jogo válido pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense recebeu o Atlético Goianiense no Maracanã. Evanilson abriu o placar da partida, mas Renato Kayser empatou a partida na noite da última quarta-feira (2).

Após conseguir dominar quase toda a primeira etapa, o Fluminense teve Hudson expulso e não conseguiu segurar a pressão do Atlético GO no segundo tempo. Após a partida o treinador Odair Hellmann concedeu entrevista coletiva e valorizou a entrega dos jogadores após a expulsão de Hudson. 

"Claro que nós trabalhamos e nós queríamos a vitória. Era importante a manutenção dessa sequência de vitórias, mas é valorizar o que os jogadores fizeram para fazer a manutenção de um ponto. E a gente sai daqui com a sensação de que era para ter vencido a partida. Mas eu quero parabenizar a todos pela dedicação, pelo esforço. Por isso que, no final do jogo, todos caem no chão por tudo. A leitura do jogo, era para ser a vitória. Mas valeu o esforço de todos".

Foto: Lucas Merçon/ Fluminense FC
Foto: Lucas Merçon/ Fluminense FC
​​​​

Após a expulsão de Hudson no fim do primeiro tempo, o Fluminense jogou recuado quase toda segunda etapa tentando segurar a pressão do Atlético GO.

"Eu até fiz a manutenção do Nenê numa função que vai gerar um desgaste importante para ele porque ele vai ter que marcar muito mais e fazer uma composição de compactação e de marcação jogando aberto, deixando o Evanilson na frente com o Michel Araújo do outro lado. Mas nós não poderíamos só fazer a fase defensiva e de marcação porque quando recuperávamos essa posse, teríamos que ficar com essa bola para tentar fazer essa transição através de passe ou de espaço. Até acho que conseguimos nos primeiros 15, 20 minutos. Mas aí vai gerando desgaste porque os jogadores vão se desgastando muito, se desdobrando muito para fazer a marcação".

O treinador tricolor comentou também que, mesmo com o empate, o time teve as principais chances da partida.

"O Fred teve dois bons lances de definição, a gente criou uma oportunidade com o Digão clara de um lance que nós saímos e evoluímos, chute do Dodi, a própria situação do Evanilson, clara, saiu cara a cara com o goleiro na diagonal, um pouco mais de dificuldade. Ele optou pelo corte para fazer a definição. Então, acho que mesmo assim foi uma posse do adversário, mas uma posse que ela não construiu jogadas de imposição, de oportunidades claras de gol tanto que nós acabamos sofrendo um gol num bate e rebate, numa dúvida de falta ou não, de um bom cruzamento, uma imposição de cabeceio".

Com 11 pontos no campeonato, o tricolor viaja para enfrentar o São Paulo na próxima rodada. O jogo acontece no próximo domingo(06), no estádio do Morumbi às 16h. 

VAVEL Logo