Terceira tentativa: CSA mira sair do rebaixamento em confronto contra Confiança
Estádio Rei Pelé, palco do confronto entre CSA x Confiança | Foto: Augusto Oliveira/CSA

Depois de muito tempo, duas tradicionais equipes azulinas voltam a se enfrentar em uma partida válida por competição nacional. O Campeonato Brasileiro da Série B de 1992 registrou as últimas participações de CSA e Confiança na Segundona durante o século XX. Após longo hiato, o Azulão do Mutange voltou a disputar a Série B em 2018, enquanto o Dragão Industrial voltou neste ano de 2020. Além das semelhanças nas cores, em alguns detalhes históricos e a proximidade geográfica, a situação é parecida na atual edição do campeonato. Às 16h30 deste sábado (5), alagoanos e sergipanos medem forças no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, pela oitava rodada da Série B 2020.

O objetivo dos dois clubes é o mesmo: vencer para se distanciar das últimas posições. Enquanto o CSA vem de quatro derrotas consecutivas e entrou na zona de rebaixamento por causa do Confiança, o time proletário conquistou a primeira vitória na competição e quer manter a ascensão.

Reação passou da hora

Apenas na primeira rodada e nada mais. O CSA venceu apenas um jogo, o da sua estreia, e em seguida perdeu todos os quatro jogos que disputou. Como esperado, diante de uma fase tenebrosa, a queda livre resultou na entrada da equipe na zona de rebaixamento. O time precisa da vitória para mudar o ambiente e aproveitar a tabela embolada para subir boas posições.

O técnico Argel Fucks não poderá contar novamente com o goleiro Thiago Rodrigues, ainda em recuperação de um estiramento em um ligamento do joelho, e o jogador deve estar totalmente pronto apenas no fim do mês. Também goleiro, Alexandre Cajuru também trata fisgada na coxa. Quem também está no departamento médico é o lateral-esquerdo Igor Fernandes, que sentiu a coxa na derrota contra o América-MG. O meia Renatinho acertou sua rescisão com o clube. Com falhas nos últimos jogos, Bruno Grassi permanece titular, apesar da imensa crítica da torcida. Em entrevista coletiva, o treinador afirmou que as projeções precisam ser realistas e irá testar a maioria dos jogadores e formações táticas a fim de extrair o melhor do time em busca das vitórias.

“Todo mundo tem que estar preparado porque nós vamos usar as cinco substituições. Quem estiver melhor, vai jogar. Meu voto de confiança é no grupo que temos aqui. Temos que ser realistas. Primeiro a gente tem que organizar essa equipe e recuperar. Pensar jogo a jogo e sair o quanto antes da zona de rebaixamento. Vamos por partes”, afirmou.

Alívio e responsabilidade

O que o CSA tanto deseja, o Confiança obteve no meio da semana ao derrotar o Vitória por 1 a 0. O gol de Leandro Kível deu uma enorme tranquilidade e minimizou a ansiedade para obter um resultado positivo. O objetivo neste fim de semana é somar mais pontos e aumentar a distância em relação à zona de rebaixamento e a um concorrente na parte inferior da tabela de classificação.

Há ganhos e perdas para o duelo em Maceió. O volante Amaral e o atacante Reis retornam após cumprir suspensão automática na última rodada. Recuperado de lesão, o goleiro Rafael Santos foi relacionado e sua titularidade ainda é incerta. Em contrapartida, são seis desfalques: Mikael, Iago e Ítalo Melo ainda estão no departamento médico em tratamento de lesões, além de três jogadores contaminados com o novo coronavírus. O volante Jeferson Lima falou sobre o pensamento da equipe na sequência da competição, a começar pelo confronto diante do CSA.

“O sentimento é de alívio e, ao mesmo tempo, otimismo para a sequência do campeonato. Agora que estamos sem outras competições para disputar, tenho certeza de que as coisas vão melhorar. Nossa equipe está evoluindo e acredito que esse resultado veio em um momento importante. O campeonato é intenso e já temos que pensar no que vem pela frente. Estávamos batendo na trave em busca da vitória e, agora que conseguimos, vamos trabalhar para dar sequência e tentar chegar na parte de cima da tabela”, falou.

CSA x Confiança – Campeonato Brasileiro da Série B, rodada #8

Estádio Rei Pelé, o Trapichão, em Maceió/AL – 16h30 deste sábado (5)

CSA – Bruno Grassi; Norberto, Alan Costa, Luciano Castán e Rafinha; Geovane, Márcio Araújo e Pedro Júnior; Allano, Michel Douglas e Rodrigo Pimpão. Técnico: Argel Fucks.

Confiança – Jean Drosny; Thiago Ennes, Nirley, Matheus Mancini e Djalma Silva; Amaral, Jeferson Lima e André Moritz; Ari Moura, Bruno Paraíba e Reis. Técnico: Zé Carlos.

Arbitragem – Ricarle Gustavo Gonçalves Batista (CBF/BA), auxiliado por Carlos Eduardo Bregalda Gussen (CBF/BA) e por Edevan de Oliveira Pereira (CBF/BA), com Hélder Brasileiro de Aquino (CBF/AL) como quarto árbitro

VAVEL Logo