Cláudio Prates lamenta resultado, mas enxerga um Bahia melhor
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Na tarde deste domingo (6), o Internacional empatou por 2 a 2 contra o Bahia, no Beira Rio, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, com gols de Thiago Galhardo e Patrick para os mandantes e de Rodriguinho e Clayson para os visitantes. Na coletiva, o interino Cláudio Prates lamentou o resultado, mas exaltou o esforço dos jogadores que buscaram o empate jogando fora de casa.

"Simplesmente ativar memórias recentes, vocês têm vistos o Bahia jogar, esse ano oscilamos muito, isso é normal, a gente tem autocrítica muito forte, principalmente na comissão técnica permanente que tenta ajudar. Todos estão de parabéns, acho que não vamos oscilar mais, vamos cada vez ser mais forte nessa caminhada".

Questionado sobre mudança de postura, Cláudio Prates negou que o Bahia tenha mudado e relembrou momentos anteriores da equipe com o ex-técnico Roger Machado, demitido na rodada anterior, na derrota por 5 a 3 contra o Flamengo, em Pituaçu.

“Não houve mudança, vínhamos jogando assim na formação de 4-4-2. Conversas durante a semana para que o encaixe fosse um pouco melhor o sistema para conseguir fazer 4-4-3 e 4-4-1. E também relembrar que isso foi usado muito pelo Roger e tivemos sucesso muito grande. De antemão agradecer o trabalho do baita profissional (Roger), e o grupo mostrou que tem hombridade e conseguiu honrar todo o trabalho que vinha sendo feito. Hoje conseguimos mostrar que pode ter um caminho bom dentro do campeonato, mudamos a postura em relação à atitude, a marcação foi realmente boa. muito feliz por acabar o jogo pressionando o líder do campeonato até os 45 minutos do segundo tempo. Hoje saímos daqui fortalecidos para o restante da temporada".

O gol de pênalti convertido por Thiago Galhardo, após a análise do lance pelo árbitro na tela do VAR, deu o que falar na partida, e o interino Cláudio Prates comentou sobre a reação da equipe baiana após a partida.

“Não analisei os lances ainda, pelo que vi no vestiário eles estavam chateados porque acham que o lance do Gregore não foi pesado para dar pênalti. Não gosto de comentar arbitragem, mas acho que o time que se prosta como prostrou, ele busca o resultado como buscou e lutou até o final independente de ter erro e sair daqui com triunfo. Não saímos com triunfo e mostramos que o time foi aguerrido até o final”.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Cláudio Prates fez um pequeno esboço da equipe para a próxima rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Segundo o interino, a equipe continuará ofensiva para buscar a vitória.

“A equipe não deixou de ser ofensiva, ela tinha que se precaver mais porque jogamos contra um time que pressiona muito forte. Os nossos erros foram pela pressão alta, não podemos deixar de dar mérito à uma equipe que é líder, acima de tudo dar mérito a nossa luta, nossa entrega. A determinação que representa bem o que é o Bahia. Vamos aguardar, vamos curtir esse momento que deu um ânimo maior. Vamos pensar em jogo a jogo e ver o que vai acontecer”.

Próxima partida

Com este resultado, o Bahia ficou na décima primeira posição da tabela com nove pontos. O próximo adversário será o Grêmio, em Pituaçu.

VAVEL Logo