Gabriel Veron salva, Palmeiras vira sobre RB Bragantino e volta a vencer no Brasileirão
Foto: Cesar Greco / Agência Palmeiras

Com gols no segundo tempo, o Palmeiras superou o Red Bull Bragantino por 2 a 1 neste domingo (6), em Bragança Paulista, em duelo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

O grande nome da partida foi Gabriel Veron, autor de um gol e uma assistência. Considerado uma das maiores promessas da base do Palmeiras, ele foi um dos cinco pratas da casa que atuaram durante os 90 minutos. Os outros foram Danilo, Gabriel Menino, Patrick de Paula e Wesley.

Sem vencer há dois jogos, Palmeiras entrou em campo com duas novidades em relação ao empate diante do Internacional. O zagueiro Vitor Hugo substituiu o suspenso Luan e, além dele, Vanderlei Luxemburgo escalou uma equipe mais ofensiva, sacando o meio-campista Bruno Henrique para dar oportunidade ao atacante Wesley. O camisa 21 protagonizou a primeira chance de perigo da partida, aos 21 minutos, em chute colocado defendido por Cleiton.

Estreante do dia, o técnico Mauricio Barbieri também mexeu duas peças no time titular do RB Bragantino. O zagueiro Ligger e o atacante Ytalo começaram jogando e tiveram participação discreta.

Caras novas, velhos problemas

O torcedor do Palmeiras assistiu a um filme repetido no primeiro tempo, o enredo de um jogo arrastado com poucas chances de gol. Ao contrário do confronto diante do Internacional, em que a posse de bola no primeiro tempo foi equilibrada, desta vez o Palmeiras ficou mais com ela  (71%). No entanto, quem chegou mais foi o Bragantino - oito finalizações contra sete do rival. Um dos que mais apareceu foi o atacante Artur.

Cria da base do Palmeiras, o camisa 7 se movimentou bastante no ataque, mas o chute saiu torto na melhor chance que ele teve, aos 39 de jogo. Autor do gol contra o Athletico-PR, Claudinho foi neutralizado pelo meio-campista Patrick de Paula, que ainda finalizou duas vezes, a melhor delas uma tentativa de fora da área que o goleiro do RB Bragantino também pegou. 

Com a bola rolando a situação estava complicada, mas o Palmeiras quase abriu o placar em cobrança de falta batida por Zé Rafael aos 37 minutos  que passou perto da meta defendida por Cleiton.

VAR, polêmica e gols na etapa final

Logo aos três minutos o Palmeiras balançou a rede em cabeçada do lateral uruguaio Matías Viña, mas a arbitragem viu impedimento e anulou o gol após consultar o VAR.  

Já o RB Bragantino teve mais sorte na primeira finalização. Claudinho puxou contra-ataque, aproveitou que a defesa do Palmeiras estava desarrumada e arriscou de canhota de fora da área. A bola ainda desviou em Gustavo Gómez antes de encobrir o goleiro Weverton: 1 a 0. 

Com a derrota parcial, Luxemburgo mexeu nos três setores da equipe, tirando o lateral Mayke, o meio-campista Zé Rafael e o atacante Wesley. A estratégia era dar mais poderio ofensivo ao time, com as entradas do volante Bruno Henrique e dos atacantes Gabriel Veron e Willian. 

A ideia de Luxemburgo ao improvisar o meio-campista Gabriel Menino na lateral direita deu resultado imediato: três minutos após entrar em campo, Gabriel Veron escorou cruzamento do xará e cabeceou para empatar.

Este foi o primeiro gol de Veron com a camisa do Palmeiras. Ele não entrava em campo desde março. Durante a paralisação dos campeonatos pela pandemia da Covid-19, em julho, ele sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa direita e desde então estava entregue ao Departamento Médico. Nesta semana o jogador de 18 anos renovou contrato até 2025.

O RB Bragantino não se intimidou com o empate. Arthur teve outra chance aos 37 minutos, mas Weverton evitou o gol. A virada quase aconteceu aos 42, mas Luiz Adriano finalizou à esquerda de Cleiton.

A arbitragem deu nove minutos de acréscimos e mais uma vez as substituições de Luxemburgo fizeram efeito, em lançamento de Raphael Veiga que achou Gabriel Veron. Aos 48 minutos, dez minutos após substituir Lucas Lima, o camisa 23 mandou na área e Willian fez o gol da vitória do Palmeiras.

Para aumentar o drama do RB Bragantino, ainda deu tempo do atacante Morato ser expulso por empurrar Danilo sem bola. Ele entrou na vaga de Claudinho e atuou por apenas 15 minutos, o suficiente para dar cinco toques na bola, finalizar uma vez e receber o cartão vermelho.

Classificação e próximos jogos

Sem Morato, suspenso, o Bragantino enfrenta o São Paulo na quarta-feira (9) no Estádio do Morumbi, em São Paulo, onde o Massa Bruta venceu o time da casa por 3 a 2 pelo Campeonato Paulista.

O RB Bragantino enfrenta uma fase difícil no campeonato e pode terminar a rodada na lanterna. Para que isso aconteça é preciso que Atlético-GO e Goiás vençam seus jogos contra Grêmio e Sport, respectivamente, neste domingo (6). Neste momento, o clube de Bragança Paulista possui apenas uma vitória em oito jogos, o que corresponde a um aproveitamento de 29,2%.

Único invicto no Brasileirão, o Palmeiras conquistou a segunda vitória em sete partidas e está na oitava posição. Enquanto aguarda pelo complemento da rodada, Vanderlei Luxemburgo pensa na montagem do time para o clássico diante do Corinthians. A reedição da final do Paulistão 2020 é na quinta-feira (10), na Neo Química Arena, em Itaquera. 

 

VAVEL Logo