Em jogo com polêmicas de arbitragem, Juventude vence Confiança de virada
Foto: Arthur Dallegrave / EC Juventude

Nesta terça-feira (8), pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Juventude venceu o Confiança de virada por 3 a 1, no Estádio Alfredo Jaconi. O time gaúcho saiu vencedor em partida com substituições decisivas do técnico Pintado e muita polêmica de arbitragem.

Estratégias 

Na primeira etapa o Confiança dominou o Juventude, mesmo jogando fora de casa. O técnico interino Zé Carlos armou a equipe com quatro defensores, dois volantes, dois extremos, um meia e o centroavante. No lado direito, Madison jogou improvisado na lateral e cumpriu função mais defensiva. Pelo lado esquerdo, Djalma Silva apoiou bastante.

Pelo meio, Amaral ficou como cão de guarda e Jeferson Lima herdou a função de auxiliar na marcação e na chegada ao ataque. Pelos lados, Reis e Ari Moura trataram de colocar velocidade, enquanto Éverton Santos ocupou a função de camisa dez e Bruno Paraíba se movimentou bastante no ataque.

Já o Juventude foi a campo com quatro defensores, quatro jogadores no meio e dois atacantes. João Paulo e Samuel Santos sempre centralizados, Renato Cajá com espaço para se movimentar e armar as jogadas, Breno Lopes abrindo pelo lado esquerdo e Tarta caindo sempre pelo lado direito, além de Rafael Silva no ataque. 

Domínio azulino

O Dragão mostrou o cartão de visitas logo aos seis, quando Ari Moura chutou com perigo para fora. Os donos da casa responderam aos 12, quando Tarta finalizou para fora também com perigo. A partir daí só o Confiança jogou, e aos 17, Éverton Santos fez bela jogada individual e parou em grande defesa de Marcelo Carne.

Logo no minuto seguinte, com a continuação da defesa do goleiro, Bruno Paraíba dominou na entrada da área, invadiu a defesa do Juventude e finalizou com perigo para fora. O Papo respondeu aos 20, em chute para fora de Rafael Silva, mas sem perigo para Jean Drosny. Confirmando a superioridade, o Confiança abriu o placar aos 27. Djalma Silva foi ao ataque, cruzou, a defesa cortou e no rebote Jeferson Lima pegou bonito chute rasteiro de três dedos de fora da área e mandou a bola para o fundo das redes.

Mantendo a superioridade, o Dragão quase ampliou aos 32, quando Djalma Silva cruzou e Ari Moura finalizou mal para fora. A melhor chance do Juventude aconteceu aos 36, quando Breno Lopes avançou e arriscou de fora, mandando a bola rente a trave do goleiro Jean. Na primeira etapa ficou por isso. Domínio do time azulino transformado em vantagem no placar.

Melhora dos gaúchos e polêmicas de arbitragem

Na volta do intervalo, o técnico Pintado colocou Gustavo Bochecha e Capixaba no time, e as mudanças fizeram efeito. Aos nove, Dalberto entrou e também mudou o panorama do jogo. Logo no primeiro lance em campo, o próprio Dalberto perdeu boa chance ao finalizar em cima do goleiro após ficar de frente para o gol. 

O Juventude voltou ofensivo e pressionando o Confiança. Tanto que aos 12, outra boa chance foi desperdiçada, dessa vez por Capixaba. Aos 18, Eltinho finalizou com perigo para fora. De tanto pressionar, o time gaúcho foi premiado, mas com polêmica de arbitragem. Aos 21, Dalberto finalizou na trave, no rebote Eltinho cruzou e Breno Lopes, impedido, mandou para o fundo das redes.

O Confiança respondeu com perigo aos 26, quando Ari Moura deixou Iago na cara do goleiro, mas Marcelo Carne saiu e abafou o chute do atacante. O time do técnico Pintado seguiu superior na partida e virou o placar aos 33' quando Bochecha recebeu na entrada da área e finalizou de direita no cantinho, sem chance de defesa: 2 a 1.

Já nos acréscimos o Dragão do Bairro Industrial buscou uma pressão, mas só criou uma boa chance, com Reis aos 46. No apagar das luzes, aos 49, Capixaba partiu em velocidade e foi derrubado por Matheus Mancini fora da área. O árbitro, porém, apontou a marca da cal. Renato Cajá bateu a penalidade e fechou o  caixão.

Classificação e próximos adversários

Com o triunfo o Juventude pulou para a terceira colocação, com 15 pontos e na próxima rodada irá enfrentar o Vitória, na segunda-feira (14), às 20h, em casa.

Já o Confiança ficou na 15ª colocação, com sete pontos e na próxima rodada vai enfrentar o Avaí, em jogo atrasado da terceira rodada na próxima terça-feira (15), às 19h15, na Arena Batistão

VAVEL Logo