Sampaoli evita criticar arbitragem, mas discorda da expulsão do goleiro Rafael diante do Santos
Foto: Divulgação / Clube Atlético Mineiro

Na noite desta quarta-feira(9), o Atletico-MG foi derrotado para o Santos por 3 a 1, na Vila Belmiro, em partida válida pela nona rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Logo aos 16 minutos da etapa inicial, o goleiro Rafael foi expulso, após derrubar o atacante Marinho em um contra-ataque do Peixe

O técnico Jorge Sampaoli crê que o lance não era para expulsão, mas evitou criticar o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães: "A jogada do Rafael, me parece que vai para o lado do campo, não me parece uma jogada de punição para nada. É o meu critério, não entendo que haja como falar em justiça nisso [lances de interpretação]", disse o treinador argentino.

Mesmo após a expulsão do goleiro Rafael, o Galo conseguiu empatar a partida diante do Santos, porém tomou o gol em uma falha do goleiro Victor. O treinador descartou que os atletas sofreram emocionalmente após a expulsão de Rafael. E ainda aproveitou para valorizar a postura da equipe na Vila Belmiro.

"Sobre o emocional, jogar com um a menos, como a equipe jogou e buscar a todo instante, me parece valioso. A equipe não abaixou a cabeça, foi atrás, focou. Não fomos contundentes, não defendemos bem algumas jogadas do Santos, que foi muito contundente na hora de atacar. Sobre erros, eu não falo."

Com a derrota o Galo perdeu a chance de encostar no líder Internacional, e segue na quarta posição da tabela com 15 pontos. O próximo compromisso da equipe mineira é no domingo (13), diante do RB Bragantino, às 18h, no Mineirão, pela décima rodada do Brasileirão.

VAVEL Logo