Sem vencer há seis jogos, Cruzeiro recebe Vitória na estreia de Ney Franco
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Substituto de Enderson Moreira, demitido após o empate diante do CRB nesta semana, o Cruzeiro aposta na expectativa pela chegada do experiente Ney Franco para retomar o caminho das vitórias e deixar a zona de rebaixamento nesta sexta-feira (11), quando encara o Vitória no Mineirão, pela nona rodada da Série B.  A bola vai rolar às 21h30 (de Brasília) e a VAVEL Brasil transmite em tempo real.

Até agora foram 52 jogos entre Cruzeiro e Vitória, sendo este o primeiro pela Série B. No total foram 31 vitórias dos mineiros, 10 empates e 11 derrotas. No Mineirão a vantagem dos mandantes é maior - venceram 19 dos 23 confrontos e perderam apenas uma vez. 

Ney Franco corre contra o tempo

Neste momento o Cruzeiro soma cinco pontos em oito jogos na Série e e ocupa o 17º lugar, a primeira posição na zona de rebaixamento. A última vitória foi há praticamente um mês, 1  a 0 sobre o Figueirense em 16 de agosto. De lá pra cá são três empates e três derrotas. 

Contratado nesta semana, Ney Franco comandou apenas um treino à frente do elenco do time, mas mesmo assim vai para o jogo. 

“Quero liderar a equipe na sexta-feira para adiantar um pouco do meu trabalho, participar de um jogo e vivenciar o vestiário com os atletas, tanto na palestra pré-jogo como no intervalo. Pretendo adiantar esse trabalho o mais rápido possível para que a gente possa começar uma carreira vitoriosa dentro do Cruzeiro”.

Provável escalação do Cruzeiro: Fábio, Cáceres, Cacá, Léo e Matheus Pereira, Jadsom, Jean (Machado) e Maurício, Airton, Marcelo Moreno e Arthur Caike.

De olho no G-4, Vitória busca regularidade

Sem Marcelinho nem Jordy Caicedo, suspensos, o técnico Bruno Pivetti também possui quatro atletas vetados pelo Departamento Médico: os laterais Van e Rafael Carioca, o zagueiro Maurício Ramos e o atacante Alisson Farias.

Nos últimos cinco jogos a equipe venceu dois, perdeu dois e empatou uma vez. Mesmo assim, se conseguir os três pontos nesta rodada ultrapassa o Juventude e pode terminar em quarto lugar. Para isso também precisa de um placar elástico ou torcer por tropeços de Ponte Preta e CRB. Pivetti está confiante, mas manteve o mistério em relação ao time que começa jogando em Belo Horizonte.

“Com essa sequência competitiva que estamos enfrentando nós temos que achar alternativas justamente para colocar uma equipe que corresponda em termos de intensidade, que corresponda em termos de desempenho, para que nós possamos conquistar o nosso objetivo que é a vitória. Nós treinamos algumas alternativas, temos as ausências do Marcelinho e Jordy, mas vamos compensar da melhor maneira possível e temos algumas possibilidades para o jogo”.

Provável escalação do Vitória: Ronaldo; Jonathan Bocão, Wallace, João Victor e Thiago Carleto; Guilherme Rend, Gérson Magrão e Fernando Neto; Vico, Mateusinho (Eron) e Léo Ceará.

VAVEL Logo