Por maus resultados, torcida do CSA protesta em treinamento da equipe
Foto: divulgação/Augusto Oliveira/CSA

O CSA vive uma enorme crise nesta temporada, além dos resultados negativos em todas as competições que disputou, e ocupando a lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro, com apenas quatro pontos somados em sete partidas disputadas. Em função disso, alguns torcedores se revoltaram e na última terça-feira (15), chegaram a intimidar jogadores.

No Campeonato Alagoano o Azulão de Mutange foi derrotado na final para o seu maior rival, o CRB. Na Copa do Nordeste, ficou em sexto lugar, ficando fora da zona de classificação para as oitavas de final. Na Copa do Brasil, a equipe alagoana foi derrotado por 2 a 1 para o Vitória-ES.

Na tarde da última terça-feira (15), um grupo de torcedores foi protestar no Centro de Treinamento Nelson Peixoto Feijó, em Maceió/AL, cobrar melhor rendimento dos jogadores. Um portão acabou sendo danificado além de jogadores, comissão técnica e dirigentes serem intimidados. Mesmo assim a diretoria do clube abriu as portas para as organizadas, que xingaram todos em campo. Ninguém foi agredido fisicamente no protesto.

Por conta dos péssimos resultados apresentados pela equipe, o técnico Eduardo Baptista foi demitido no fim de agosto. Argel Fucks, assumiu o CSA, e até então não conseguiu nenhuma vitória no comando do Azulão. Em toda a temporada, são 25 jogos disputados, com oito vitórias, três empates e 14 derrotas. Pressionado, o presidente Rafael Tenório, em entrevista concedida ao Globoesporte, prometeu até dez reforços para a o CSA .

"Estamos atentos ao mercado em busca de reforços para tirar o CSA da situação em que está. Se for preciso contratar até dez jogadores, e o número de inscrições permitir, a gente vai contratar. Eu já deixei o departamento de futebol autorizado a buscar as peças que a equipe precisa, dentro de um planejamento financeiro que o clube possa assumir. Não vamos fazer besteira e contratar só por contratar", frisou.

VAVEL Logo